quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

PARTICIPE DA MOSTRA ECOFALANTE DE CINEMA! INSCRIÇÕES ATÉ 8 DE MARÇO!!!



 Foto da ong Gorilla.CD - República Democrática do Congo

2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental recebe inscrições para filmes brasileiros.Corram!!!

Se existe uma maneira eficaz de conscientizar e cativar as pessoas para a causa de proteção animal é por meio da arte e o cinema colabora muito com isso. Quantas pessoas já não mudaram suas atitudes em função de um filme ou documentário que as tocou fundo? Eu, por exemplo, me encantei com os gorilas das montanhas depois de ver o clássico “Na Montanha dos Gorilas” e decidi entrar na luta ao ver “Instinto” com Anthony Hopkins – esse sim mexeu comigo até o último fiozinho de cabelo. A cena do personagem principal, um antropólogo, correndo com um bebê gorila nos braços no meio da floresta que havia sido invadida por caçadores fortemente armados... essa cena jamais saiu da minha cabeça e me motivou a lutar pelos gorilas das montanhas – atividade q desenvolvo desde 2007 escrevendo sobre a situação deles.

Por isso, quem já tem um documentário ou gostaria de fazer um ligado ao ativismo no campo da proteção animal ou do meio ambiente, tem uma grande oportunidade com a 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental. Os produtores e diretores podem se inscrever até o dia 08 de março. Serão aceitas obras finalizadas a partir de 2010, sem restrições quanto a gênero, duração ou suporte de captação/finalização, com temáticas ambientais, tais como: energia, água, mudanças climáticas, consumo, povos e lugares, ativismo ambiental, resíduos sólidos, políticas públicas socioambientais, mobilidade, habitação, áreas verdes, áreas urbanas, alimentação, economia verde, globalização, vida selvagem, sustentabilidade, entre outras. O evento é gratuito de caráter não-competitivo e será realizado em São Paulo, de 23 a 30 de maio de 2013. Os interessados poderão se inscrever por meio do site www.ecofalante.org.br.

                                                   Onça pintada - extremamente perseguida

 A Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é um evento anual que pretende chamar a atenção da população para questões ambientais, de sustentabilidade, cidadania, governança, participação e políticas públicas. No ano passado, foram exibidos 40 títulos e o evento contou com a prsença de cineastas, inclusive, estrangeiros. O festival é organizado pela Ecofalante, uma organização sem fins lucrativos que tem como missão a educação para o desenvolvimento sustentável.
Para se inscrever, o responsável pelo filme deve preencher a ficha de inscrição disponível no site. Uma vez preenchida, impressa e assinada pelo detentor dos direitos autorais do filme inscrito, a ficha deve ser enviada em modalidade expressa (SEDEX) no devido prazo, juntamente com uma cópia do filme em suporte DVD ou arquivo digital em extensões .mov, .avi ou .mp4, para o seguinte endereço:
ECOFALANTE
R. Mateus Grou, 539 / 182, Pinheiros
São Paulo - SP - Brasil
CEP: 05415-050
A/C: 2ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

                     Casal de araras - vítimas do tráfico devido à maravilhosa coloração das penas

No momento da inscrição, o responsável poderá autorizar a veiculação, para fins exclusivos de divulgação do evento, de trailer, trechos de até um minuto e imagens still da obra. Poderá ainda autorizar a exibição de seu filme em itinerâncias do festival durante o ano de 2013.
Todos os filmes que completarem a inscrição no festival serão analisados pela comissão de seleção da mostra. Os critérios de seleção terão como base as qualidades artísticas, técnicas e a relevância temática da obra. A seleção será divulgada no site do festival a partir de 28 de março de 2013, quando todos os responsáveis pelas inscrições serão notificados via e-mail.Caso o filme seja selecionado, os seguintes materiais devem ser enviados para o e-mail mostra@ecofalante.org.br até 12 de abril de 2013:
- sinopse e informações técnicas
- 3 stills (300dpi)
- link do trailer (se houver)
- carreira do filme (festivais e prêmios)
Os responsáveis pelos filmes selecionados receberão um e-mail do festival com esclarecimentos sobre suportes e formatos de exibição, assim como prazo para envio do material a ser exibido.Os custos de envio correrão por conta do responsável pelo filme, estando o festival isento de arcar com quaisquer custos daí decorrentes.
Mais informações: (11) 3814-9099 e mostra@ecofalante.org.br

Raposas - Ainda hoje vítimas do comércio de peles. Vítimas do retrocesso da moda

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

COISA DE GÊNIO! CONHEÇA O MUSEU DA LÂMPADA





No dia 28 de fevereiro a cidade de São Paulo ganha mais uma atração cultural que promete surpreender os amantes de história e curiosos em geral. O Museu da Lâmpada reabre suas portas para apresentar as novas instalações com destaque para a réplica  do ambiente de trabalho de Thomas Edison, com os instrumentos  e invenções (incluindo o cinetoscópio)  desse visionário e espetacular gênio da ciência moderna. Thomas Edison foi o responsável pelo registro de mais de 2 mil patentes ao longo de sua vida e foi consagrado pela invenção da luz incandescente comercializável.


O Museu da lâmpada relata a história da iluminação e da lâmpada desde a pré-história, retratando a necessidade do ser humano e sua evolução. Em seu acervo encontram-se vários modelos de lâmpadas desde as mais antigas até as mais modernas. Numa grande sala ficam os modelos originais e réplicas fiéis de lâmpadas das décadas de 1920 e 1930. A mais antiga em exposição é de 1900.


O novo espaço contará com uma agenda de atividades bem interessantes. O Museu da Lâmpada tem como diretores Gilberto e Wladimir Pedrone, e contacom o apoio de “Gimawa suprimentos elétricos”, “Abilux” e “Apliquim Brasil Recicle”. Endereço:  Av. João Pedro Cardoso, 574  - Aeroporto - São Paulo – SP - Tel: (11)2898-9333 
Fotos: Eduardo Zocchi


 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

QUESTÃO DE QUÍMICA





Esqueça alma gêmea e afinidades. 
Quem manda na relação a dois é a bioquímica

Vc já deve ter ouvido a fatídica frase diante de uma relação que terminou: “Mas vcs não tinham nada a ver um com o outro”. Bom... depende. Existem escolhas intelectuais, emocionais, racionais/práticas e as incontroláveis físicas (determinadas pela nossa natureza). E na escolha física, embora à primeira vista pareça que tem a ver com atração física, na verdade, essa pode não levar ao entendimento na área sexual. Vc pode achar alguém extremamente atraente, mas na oportunidade de um beijo ou de algo mais íntimo, perceber que essa pessoa não “mexe” com vc. Escolha "física" tem a ver com nossas moléculas. Quem manda na comunhão de dois corpos é a natureza cravada em nosso DNA... é o cheiro que exalamos que pode ou não cativar outra pessoa e, da mesma forma, é o odor exalado pela outra pessoa que determina se ela irá nos atrair, independente dela ser a mais bela, perfeita, simpática ou amorosa possível.  É aquilo que muita gente chama de “química”. A natureza dá as cartas e dita o jogo. E nosso instinto só obedece ou, contrariando as regras, foge da raia em busca do "suposto" parceiro ideal, com mesmos ideais, pontos de vista, comportamento etc. 


Uma recente pesquisa divulgada pelo Instituto Max Planck de Biologia Evolucionária mostrou que as pessoas são mais suscetíveis ao cheiro do próprio corpo e tendem a se sentir atraídas e sexualmente estimuladas por outras de cheiros semelhantes. O reconhecimento não é percebido de forma consciente, isto é, talvez vc nem sinta o cheiro do outro, muitas vezes mascarado por perfumes, desodorantes e outras essências da roupa e meio ambiente. Mas o organismo reconhece o cheiro em nível subconsciente.
Na pesquisa vários estudantes foram convidados a escolher perfumes feitos com moléculas de diversos corpos, inclusive com de seus próprios organismos. E adivinhem o que a maioria escolheu? Perfumes com seu próprio cheiro. Essa descoberta pode motivar a indústria cosmética a fabricar perfumes com, digamos, cheiro de “gente”.



E por falar em novos perfumes, vem aí os aromas da Man Hands criados especialmente para agradar aos homens.  Tem sabonete com aroma de cerveja, dinheiro, pipoca, luva de beisebol, fogueira e grama recém-cortada. Vamos fazer um exercício? Quais aromas as mulheres apreciariam, hein?
Fátima ChuEcco

ENCONTROS ASTRAIS




Eu sonhei com vc. Vc sonhou comigo?

Quem consegue lembrar dos próprios sonhos conhece bem a sensação de liberdade e pode, por vezes, experimentar viagens astrais. Mais intensas que os sonhos comuns, as viagens astrais nos dão a nítida sensação de estarmos de fato vivenciando uma situação por meio de cheiros, imagens muito detalhadas e, especialmente, sensação de toque. Quando duas pessoas se separam, mas ainda se gostam, por exemplo, pode haver “encontros astrais”, onde seus espíritos conversam, se tocam e às vezes se amam durante o sonho.

O encontro astral é uma conexão entre dois espíritos afins. Não é possível o encontro se uma das partes não estiver interessada nessa experiência. Se alguém sonha com outra pessoa que ama... pode ser um ex-marido ou ex-namorado... mas o outro parece imóvel e sem reação no sonho, significa que não houve conexão. Foi um sonho solitário em que o espírito do outro não estava presente ainda que parecesse estar. No encontro astral os espíritos se tocam e se “sentem”. Ambos sabem que estão ali ainda que só um dos dois lembre do sonho.

E qual o objetivo desse tipo de encontro? Quase sempre é matar a saudade. Alguns casais se vêem forçados a viver distante um do outro (motivo de emprego, estudos etc)... ou se separam por alguma razão prática e racional, sem ter tido aprovação espiritual e íntima para tal decisão. Nesses casos, seus espíritos procuram se ver durante os sonhos num cenário onde gozam de total liberdade para dizerem o que sentem e fazerem o que tiverem vontade.


E quando esses sonhos se repetem com frequência, com a mesma pessoa, é preciso prestar atenção . Pode tratar-se de algo mal resolvido, de algum aviso para repensarmos nossos sentimentos e ações. Todo sonho recorrente é um esforço do inconsciente para nos dizer algo. Pode ser simplesmente reflexo de desejos que a realidade se nega a nos dar? Pode... se não houver conexão, isto é, se não houver interação do outro no sonho, pode sim....mas daí não terá os ingredientes que tornam o sonho tão real. É fácil perceber quando se trata de uma experiência astral ou de um sonho comum, vivido apenas por vc.

 No sonho solitário o outro não interage conosco ainda que pareça presente. Encontro astral exige interesse de ambos os espíritos estarem juntos para matarem a saudade ou acertarem questões que não conseguem resolver na vida real. É de fato um encontro num cenário de plena liberdade.

Fátima ChuEcco

ESTRANHAS MANIAS FELINAS

“Daqui não saio, daqui ninguém me tira”. A frase, que é muito popular no Brasil, se encaixa direitinho em algumas situações protago...