sexta-feira, 30 de agosto de 2013

CURSO REPÓRTER E ASSESSOR DE IMPRENSA: MAIS SEMELHANÇAS QUE DIFERENÇAS



      Livraria Martins Fontes da Av Paulista, local onde o curso foi ministrado em julho e agosto


DIA 28 DE SETEMBRO, ÀS 11H, NA LIVRARIA MARTINS FONTES DA AV PAULISTA

O Pocket curso pode tb ser ministrado em agências de comunicação, redações, universidades, empresas e entidades

Esse curso é baseado em minha trajetória nos dois lados da moeda, isto é, atuando na mídia e também em assessoria de imprensa, e explicando as vantagens e pontos delicados de cada função. Aponto estratégias de divulgação em AI, ilustrando com cases de sucesso junto ao Consulado da Austrália, entidades de classe e multinacionais. E com algumas dicas: como deixar o release mais informativo e atraente usando uma técnica básica e bem simples. E os bombásticos resultados que se consegue com a combinação Paixão + Criatividade + Atitude tanto atuando na mídia quanto em assessorias de imprensa. Falo sobre o relacionamento entre assessores e colegas da imprensa – o que fazer para tornar a relação interessante para ambos os lados. Do ponto de vista motivacional, conto inúmeros episódios em que consegui trabalhar exatamente onde queria e na função que desejava sem passar pelo RH ou depender de vaga. Tb faço uma breve explanação sobre Jornalismo Solidário, explicando  como usar a profissão em benefício dos outros e ainda unir uma grande paixão ao trabalho. 


Taxa de participação R$ 30  com entrega de certificado
Informações pelo email jornalistafatima@r7.com
                       
Trajetória Fátima Chuecco:


Experimentou de tudo um pouco em jornalismo e AI em 22 anos de carreira. Começou em jornalismo corporativo e depois passou por jornais de bairro seguindo para a grande mídia. Foi editora do SBT Repórter, subeditora do Caderno de Empregos e repórter de Cidades do Diário de SP, colunista social e repórter de moda, gastronomia, decoração e cultura do Correio Popular de Campinas e repórter especial do jornal A Notícia de SC onde manteve também coluna sobre Meio Ambiente e Moda. Em assessoria de imprensa trabalhou durante seis anos para o Consulado da Austrália e atuou com a Embaixada da Suécia, além de jobs para multinacionais como Kraft Foods e LG. Atuou em feiras de negócios e recentemente foi assessora da Aon – maior corretora de seguros do mundo. Em toda a sua trajetória sempre escreveu sobre bichos (sua paixão), tema que até hoje desenvolve na revista Meu Pet e portal Anda. Tem dois livros publicados, MI-AU BOOK – Um Livro Pet-Solidário (2009) e MI-AU BOOK & CIA (2010), além de contos publicados em duas coletâneas. Atualmente escreve também para as revistas Moema&Campo Belo, Perdizes, Higienópolis, Vila Nova Conceição e Jardins Life Style, além de atuar como consultora em comunicação e ministrar cursos sobre jornalismo e assessoria de imprensa. Abaixo entrevista concedida à Revista Imprensa em 2009.




terça-feira, 20 de agosto de 2013

CAMPANHA DE ADOÇÃO DE ANIMAIS PRESENTEIA COM KIT COM RAÇÃO, ANTIPULGAS, VERMÍFUGO E BANHO

 

Pet Center Marginal completa 11 anos de funcionamento e lança campanha em prol da adoção de animais

Em parceria com ONGs e empresas do mercado pet, maior rede de pet shops do país promove, de 24 de agosto a 29 de setembro, ação que premiará os clientes que adotarem animais em instituições cadastradas com kits contendo ração, anti-pulgas, vermífugo, brinquedos, tapete higiênico, petisco, teste de glicemia, banho e avaliação veterinária gratuita

Para comemorar seu 11.º aniversário de maneira solidária, a Pet Center Marginal lançará uma campanha em prol da adoção de animais. De 24 de agosto a 29 de setembro, os clientes que adotarem animais em alguma das ONGs parceiras da rede (veja relação abaixo) ganharão kits contendo ração, produtos anti-pulgas, vermífugo, brinquedos, tapete higiênico, petisco, teste de glicemia, desconto em banho e avaliação veterinária gratuita. “Trabalhar pelo bem-estar dos pets é a nossa maior vocação. Por isso, nada melhor do que comemorarmos mais um ano de operação promovendo ações que ajudem os animais que necessitam”, diz o diretor de marketing e expansão do Grupo Pet Center Marginal, Hélio Freddi Filho. “Entre os nossos parceiros nesta iniciativa estão importantes marcas do mercado pet, como Pedigree e Whiskas, Doguitos, Sabor & Vida da Guabi, Virbac com Efipro e Endogard, Cordapete, Petix, Western Pet e Jambo”, acrescenta o executivo.   

ONGs Parceiras:  
- Projeto CEL (www.projetocel.org.br)  
- APAA (www.apaa.com.br)
- Adote Sorocaba (www.adotesorocaba.com.br)
- Projeto Adoção São Francisco (Brasília) (www.facebook.com/projetoadocaosaofrancisco)
- UIPA (www.uipa.org.br)  
- Natureza em Forma (www.naturezaemforma.org.br/)  
- Quintal de São Francisco (www.turmadoquintal.com)
- Centro de Controle de Zoonoses (São Paulo) (www.prefeitura.sp.gov.br)   
 
Grupo Pet Center Marginal
A Pet Center Marginal está presente em treze cidades, incluindo São Paulo, Litoral paulista, Grande São Paulo, interior, Rio de Janeiro e Brasília. Atualmente, duas unidades prestam atendimento 24 horas em São Paulo - a Marginal Tietê (Av. Presidente Castelo Branco 1795, Pari) e a megaloja da Av. dos Bandeirantes 2040, Brooklin.
As unidades oferecem um mix de cerca de 20 mil produtos, como roupas, acessórios, brinquedos, alimentos e uma série de produtos exclusivos. Há Pet Safári, com aves, roedores e peixes. Atendimento de veterinários especializados em clínicas anexas às lojas e no hospital veterinário 24 horas da Avenida Pacaembu 1140. E centro de estética com profissionais altamente treinados, sob coordenação de um groomer (tosador) premiado em concursos internacionais. 
A  Pet Center Marginal oferece um programa de fidelidade no qual o cliente recebe 10% do valor de compras acima de R$ 150,00 para consumir no mês seguinte. A rede ainda cobre ofertas anunciadas pela concorrência e devolve a diferença acrescida de 20%.
Uma série de projetos sociais são mantidos ou apoiados pelo grupo, como o “Eu Alimento Animal Carente”, que reverte parte dos alimentos vendidos às ONGs apoiadas por cada megalojas. Já no projeto “Meu Novo Amigo”, as unidades oferecem um espaço aos finais de semana para ONGs realizarem feiras de adoção. “Nos envolvemos com as necessidades do cliente e com a realidade do setor de forma ampla”, avalia Hélio. Diante do projeto de expansão da rede, que está em andamento há mais de um ano, o grupo decidiu abrir um centro de distribuição na Rodovia Anhanguera, com capacidade para atender até 50 lojas.

Unidades:
- NOVA LOJA - Guarujá - Av. Dr. Ademar de Barros, 1.935, Vila Ligya.   
- Rio de Janeiro - Av. das Américas, 900, Barra da Tijuca (RJ).   
- Marginal Tietê (24 horas) - Avenida Presidente Castelo Branco 1795, Pari (SP).
- Aricanduva - Avenida Rio das Pedras 2207, Jardim Aricanduva (SP).
- Butantã - Avenida Professor Francisco Morato,1796, Butantã (SP).
- Alphaville - Avenida Alphaville 580, Barueri (SP).
- Guarulhos - Avenida Guarulhos 2598, Guarulhos (sentido RJ).
- Ipiranga - Avenida Presidente Tancredo Neves 600, Ipiranga (SP).
- Mogi das Cruzes - Avenida Francisco Rodrigues Filho 1550, Mogi das Cruzes (SP).
- Santa Cecília - Avenida General Olímpio da Silveira 68, Santa Cecília (SP).
- Santos - Rua Dr. Manoel Tourinho 385, Macuco, Santos (SP).
- São Bernardo - Avenida Rotary 825, São Bernardo do Campo (SP).
- Sorocaba - Avenida Dom Aguirre 2121, Santa Rosália, Sorocaba (SP).
- Washington Luís - Avenida Washington Luís 2737, Brooklin (SP).
- Campinas - Shopping Parque Dom Pedro (SP).
- Praia Grande - Litoral Plaza Shopping (SP).
- Granja Viana - Rodovia Raposo Tavares km 22, Granja Viana (SP).
- Limão - Avenida Otaviano Alves de Lima 1480, Limão (SP).
- Hospital Veterinário (24 horas) - Avenida Pacaembu 1140, Pacaembu (SP).
- Brasília - SIA Trecho 02 - Lotes 65/95, Zona Industrial (Guará).
- Bandeirantes (24 horas) - Avenida dos Bandeirantes 2040 (SP).
- Jundiaí - Avenida Antônio Frederico Ozanan 3003, Jundiaí (SP).

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

PETS FANÁTICOS POR FUTEBOL - MINHA NOVA MATÉRIA


 A revista Meu Pet está completando um ano em agosto e nessa edição de aniversário traz uma matéria especial minha sobre pets torcedores de futebol, isto é, torcedores fervorosos graças ao seus donos malucos por algum time. São nove personagens que vestem a camisa, o boné e, às vezes, não tiram os olhos da TV durante as partidas. Alguns até "batem uma bolinha". O Billy abre a matéria com sua paixão pelo Palmeiras. Ele é bem conhecido no facebook e sua tutora o leva até no Palestra Itália. Show de bola esse cachorrinho. Tem ainda os cãorinthianos Bella, Nero, Sunn e Joey. Douglas é  "literalmente" um "graaaande" torcedor, pois, de pé, fica mais alto que o dono. Lilla é alvinegra e Toby até virou mascote do Sport Club de Jaú. Mas pensa que só cachorro gosta de futebol? Os gatinhos santistas Nina e Fred provam que o esporte pode ser também uma paixão felina. E como agir com os animais que morrem de medo de rojão - tão comuns nas grande finais? A matéria tb dá dica de como manter cães  e gatos mais calmos nessas horas.  A Meu Pet é vendida em bancas de jornal de todo o Brasil.






sexta-feira, 2 de agosto de 2013

EXPOSIÇÃO DE ADELIO SARRO NO CLUB TRANSATLÂNTICO



O artista plástico, escultor e muralista brasileiro Adélio Sarro apresenta, em exposição individual sediada no Club Transatlântico, os personagens contemplativos que já estiveram em algumas das galerias e museus mais prestigiados do mundo. Uma sabedoria rústica e levemente melancólica envolve a mostra intitulada “Força e Beleza”, na qual típicos trabalhadores de áreas rurais brasileiras são retratados com mãos e pés fortes “para mostrar a força do homem do campo no trabalho”, explica o artista. “São pessoas em reflexão, que estão compenetradas com o seu interior, com o seu ‘eu’”, complementa.Sua origem simples – Adélio Sarro é filho de agricultores e já trabalhou como ajudante de pedreiro – contrasta com a notoriedade que alcançou  no circuito internacional das artes. 


Autoditada, Sarro já demonstrava um talento nato desde a infância e, ao longo do tempo, amadureceu um estilo próprio com  referências cubistas e modernistas. Suas obras, reflexões de um universo pessoal, apresentam temáticas sociais que remetem à realidade brasileira dos trabalhadores rurais. “As telas de Sarro são afrescos que traduzem a dinâmica de um povo e a sua vontade – ele mesmo nascido em 1950 de mãe portuguesa e pai italiano, lavrador em um a fazenda próxima a São Paulo, é testemunha desta época de mutações”, já dizia o falecido escritor, jornalista e crítico de arte francês André Parinaud.
Exposição “Força e Beleza”, por Adélio Sarro

Local: Club Transatlântico – Espaço Galeria
Endereço: Rua José Guerra, 130 – Chácara Santo Antônio
Data: 6 a 30 de agosto, de segunda a sexta-feira, exceto feriados 
Horário: 9h às 22h
Ingresso: Entrada gratuita
Estacionamento no local: R$ 15,00 o período
Observação: Todas as obras estão à venda

Vernissage: 6 de agosto, terça-feira, às 20h


Sobre o Club Transatlântico
Fundado em 1954 pela comunidade alemã residente em São Paulo, o Club Transatlântico transformou-se, ao longo dos anos, em um importante polo multicultural na zona sul da cidade. No complexo de convenções situado na Rua José Guerra, na Chácara Santo Antônio, são realizadas exposições, mostras de arte e cinema, concertos musicais e outras atividades abertas ao público. A originalidade pode ser observada logo na entrada, onde há um fragmento do Muro de Berlim. O Restaurante Weinstube e um bar cultivam as tradições da gastronomia alemã, e ainda há locação de salas para eventos corporativos e sociais. A programação sociocultural está disponível na Revista Applaus e no site: www.clubtransatlantico.com.br.

Texto: Assessoria de Imprensa do Club Transatlântico 

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

A FAMOSA RUA AUGUSTA CONTRA TESTES EM ANIMAIS EM INDÚSTRIAS DE COSMÉTICOS


ARTE NA RUA LEVANTA UMA DAS MAIS IMPORTANTES BANDEIRAS A FAVOR DOS ANIMAIS. Leve a câmera e registre, afinal, não é sempre que vemos um mural em uma das ruas mais movimentadas de SP alertando sobre o sofrimento dos animais em laboratórios. Trabalho artístico de Waleska Nomura pode ser visto na Rua Augusta 157, esquina com Av Paulista e faz parte da Campanha Liberte-se da Crueldade, organizada pela organização Humane Society International (HSI), que tem como objetivo proibir testes em animais para cosméticos no Brasil. "Eu quis ajudar a Campanha porque é uma causa muito importante. A Natureza desempenha uma grande influência no meu trabalho como artista. Temos o privilégio de poder estar neste planeta com diferentes e belas espécies de animais e devemos tratá-los com o respeito que merecem. Não há nada mais bonito do que a própria natureza. Espero que a minha pintura, de certa forma, seja como um lembrete para que as pessoas pensem sobre ter uma relação positiva com a natureza”, comenta a artista.



Helder Constantino, Gerente da Campanha Liberte-se da Crueldade no Brasil completa: “Diz o ditado que uma imagem vale mais que mil palavras, então a pintura comovente de Waleska Nomura defende os animais em laboratórios que não podem se defender. A organização Humane Society International é extremamente grata por ela ter trazido sua paixão e criatividade únicas para uma questão tão importante. Esperamos que as pessoas se sintam tocadas e incentivadas a apoiar nossa Campanha Liberte-se da Crueldade e também a assinar nossa petição para que o Brasil não tenha mais testes em animais para cosméticos".


Testes de cosméticos em animais e a venda de cosméticos recém-testados em animais são proibidos na Europa e Israel e, recentemente, a Índia proibiu testes em animais para cosméticos. Empresas livres de crueldade usam ingredientes que tem uma longa história de uso, combinados com testes modernos sem  sofrimento aos animais. No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária ainda autoriza um grande número de testes invasivos em animais tanto para produtos acabados quanto para ingredientes. Os animais muitas vezes têm produtos químicos pingados em seus olhos ou são alimentados à força em grandes quantidades - afirmam especialistas da ONG. A HSI agradece a Rede Park por gentilmente ter autorizado este trabalho artístico em sua propriedade.

Obs.:
A expressão "cosméticos livres de crueldade" se refere a produtos cosméticos, formulações e ingredientes que não foram testados em animais depois de uma certa data, porque já eram considerados seguros para uso para fins cosméticos nessa data. Isso não significa que os ingredientes, formulações ou produtos não foram testados em animais no passado.

A Humane Society International (HSI) e suas organizações parceiras constituem juntas uma das maiores e mais importantes organizações de proteção animal do mundo. Por mais de 20 anos, a HSI vem lutando para a proteção de todos os animais por meio de trabalhos de conscientização, educação e programas práticos. HSI: Celebrando todos os animais e confrontando a crueldade em todo o mundo:
http://www.hsi.org/libertesedacrueldade



É POSSÍVEL CONTROLAR A RAIVA?



Psicólogos Dr. Les Carter e Dr. Frank Minirth vão às raízes desse sentimento e ensinam como é possível virar o jogo

“A raiva não surge do nada. Todos nós temos necessidades psicológicas básicas que pre­cisam ser atendidas de maneira adequada para podermos des­frutar de um equilíbrio emocional. Quando essas necessidades não são atendidas, experimentamos emoções desconfortantes, incluindo a raiva. A dificuldade persistente em lidar com a raiva implica necessidades psicológicas malresolvidas”

 Essa sensação é comum a todo ser humano. E desafiá-la de maneira errônea pode ocasionar consequências muito maiores do que um ataque de nervos. Perfeccionismo, racionalização emocional, exagero excessivo ou uma vida sem planejamento são e devem ser levados como problemas de saúde mental, mas que podem ser controlados com orientação especializada, como a dos doutores Les Carter e Frank Minirth.  Em O Manual da raiva, lançamento da editora Thomas Nelson Brasil, ambos psicólogos e professores universitários no Texas, ensinam como controlar esse sentimento que aflige tanta gente. Segundo eles é possível governar a estabilidade emocional. 


  O livro é um guia prático para o cultivo de valores morais e saudáveis, que levam o leitor a refletir sobre suas posturas e sentimentos para que não caia nas armadilhas da fúria – como tristeza constante e até depressão. Os autores têm o objetivo de ressaltar que o controle desta sensação é uma reflexo da maturidade espiritual. Ou seja, se está em sintonia com um plano maior, é possível encontrar a força necessária para superar e eliminar esses sentimentos que atrasam.
 “A raiva é uma emoção comum a todas as pessoas. Por sermos imperfeitos em um mundo imperfeito, é certo que vamos encontrar essa emoção com alguma regularidade. Conforme passamos a conhecer e entender o seu processo, o controle sobre ela se torna cada vez mais simples”, afirmam.  
Texto: Assessoria de Imprensa da Editora


ESTRANHAS MANIAS FELINAS

“Daqui não saio, daqui ninguém me tira”. A frase, que é muito popular no Brasil, se encaixa direitinho em algumas situações protago...