domingo, 30 de agosto de 2015

TELEPATIA ANIMAL FAZ CÃES E GATOS PERCEBEREM APROXIMAÇÃO DOS TUTORES



CÃES E GATOS SABEM QUANDO SEUS TUTORES ESTÃO CHEGANDO EM CASA. FATO! O  Globo Repórter tratou desse assunto, porém, DE FORMA INCOMPLETA. O olfato faz com que os animais percebam a proximidade dos tutores mesmo sem vê-los, mas OS LAÇOS AFETIVOS CONSTROEM E FORTALECEM A TELEPATIA ENTRE CÃES, GATOS E SEUS TUTORES DE FORMA QUE PODEM PERCEBER A CHEGADA DELES ATÉ MESMO QUANDO ESTÃO VOLTANDO PARA CASA DE AVIÃO, OU SEJA, SEM QUALQUER POSSIBILIDADE DE FAREJAR AS PESSOAS. O teste mostrado no Globo Repórter não serve para provar que apenas o olfato é responsável  por esse fenômeno, pois, o tutor foi submetido a uma situação "combinada", sem real intenção e desejo de voltar para casa e, nesse, caso, não estabeleceu conexão emotiva com o cachorro. Vejam vários casos curiosos e entendam melhor a TELEPATIA ANIMAL lendo essa minha matéria que tem, inclusive, entrevista com especialista  no assunto.  Quem tem animais em casa vai se identificar. http://fatimachueccowork.blogspot.com.br/2013/07/revista-meu-pet-telepatia-animal.html

terça-feira, 25 de agosto de 2015

CULTURA DO EXTERMÍNIO PERSISTE NOS EUA


ATENÇÃO: QUASE 3 MILHÕES DE CÃES E GATOS SÃO EXECUTADOS POR ANO NOS EUA, A MAIORIA SAUDÁVEL E COM TODA UMA VIDA PELA FRENTE. DIAMONT, CÃO DA PRIMEIRA FOTO, FOI EXECUTADO EM 2014 E SEU ROSTO FAZ PARTE DE UMA EXPOSIÇÃO COM OUTROS 5 MIL RETRATOS DE ANIMAIS MORTOS NOS ABRIGOS MUNICIPAIS (VEJA FOTOS ABAIXO). KALA E KEIRA FORAM SALVAS INSTANTES ANTES DA EXECUÇÃO NUM DOS ABRIGOS DOS EUA.

                                                                Keila e Kala

NO ENAPA, ENCONTRO OCORRIDO DIA 23 DE AGOSTO PARA PROTETORES DE ANIMAIS, ESSE ASSUNTO FOI EXPOSTO. SAIBA O QUE ACONTECE NOS BASTIDORES DOS ABRIGOS DOS EUA - UM PAÍS QUE EMBORA PUNA COM MAIS RIGIDEZ QUEM MALTRATA ANIMAIS, TEM MUITO O QUE APRENDER COM O BRASIL EM MATÉRIA DE CONTROLE POPULACIONAL "CIVILIZADO" DE CÃES E GATOS. LEIA EM
http://www.anda.jor.br/25/08/2015/cultura-exterminio-ainda-persiste-eua

                                         Retratos de cães mortos nos abrigos do EUA

Para combater o extermínio de cães abandonados, voluntários fazem campanhas criativas como essa de uma exposição de fotos em que os animais dos abrigos aparecem em poses simpáticas e risonhas

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

NÃO PERCAM O EXPRESSO DO AMANHÃ


 
No dia 27 estreia nos cinemas esse genial filme que nos conduz a um futuro sombrio e frio, muito frio. É uma obra de arte e, na minha opinião, só perde para o último Mad Max (Estrada da Fúria) que é também um espetáculo de filme – o melhor do ano em produção e conteúdo. Em O Expresso do Amanhã um grupo de sobreviventes é obrigado a permanecer dentro de um trem dividido em alas para os pobres e para os ricos. A Terra sofreu com o aquecimento global e uma técnica para salvar o planeta deu errado fazendo gerar uma nova era glacial.
 
Assim, a réplica da vida na Terra, em suas diversas facetas, se repete dentro do trem.  Os motins reservam cenas inesquecíveis. À medida que um grupo de rebeldes avança para os vagões luxuosos em busca de comida decente e conforto, o filme vai ficando mais surpreendente, com cenários memoráveis e muito interessantes. São vários os personagens curiosos e que nos prendem a atenção. Um deles é um asiático que ajudou a montar a locomotiva – louco de pedra – que tem uma filha mais louca ainda e vidente.




Amontoados há anos sem sequer tomar banho e sobrevivendo com tabletes de uma pasta que nem sabem do que é feita, os residentes dos últimos vagões decidem que é hora de “tomar” a locomotiva e a aventura cheia de ação preenche duas horas de filme que passam num piscar de olhos. O trem não para. Ele é muito longo e atravessa as geleiras em velocidade extraordinária. Do lado de fora tudo congela. Só há vida nos vagões. Mas que vida é essa? Não tente adivinhar. Só mesmo da metade do filme em diante é que você vai descobrir as diversas realidades aprisionadas num único trem. Vida miserável? Vida sustentável? A cada vagão uma novidade.
 
O filme dirigido pelo sul-coreano Joon-ho Bong é uma produção que reúne Coreia do Sul, França, EUA e República Tcheca. Joon-ho ganhou fama e fãs com os filmes “Memórias de um assassino” e “O Hospedeiro”.  Sem dúvida, em O Expresso ele se mostra um diretor bem mais maduro e talentoso.  Destaque para a atriz Tilda Swinton que está ótima, creio que em seu melhor papel até hoje, mas irreconhecível. Tentem reparar nos detalhes, nos tons e se preparem para as cenas finais e, em especial, para a última cena – fabulosa!
 
 
 
 
 

 
 
 

MENSAGEM DE SIMPLICIDADE DE CRIANÇAS QUE ADMIRAM OS LIXEIROS


                                   Davi se diverte brincando de lixeiro com uniforme e tudo

A matéria do Domingo Espetacular do dia 16 sobre meninos que querem ser lixeiros foi sensacional. Mostrou a mensagem de humildade que essas crianças estão nos passando. No programa de domingo foram mostrados dois casos, mas na internet achei muitos outros, registrados desde 2011 e eu arriscaria dizer que são crianças conhecidas como “índigo e cristal”, ou seja, com visão diferenciada do mundo e um conhecimento precoce de valores morais e éticos.

O que a gente mais vê são festinhas infantis com decorações de pompa e onde os aniversariantes são sempre príncipes, princesas ou super-heróis. Não tenho nada contra. Cada um tem sua fantasia e os pais fazem de tudo para realizar o sonho dos filhos, mas quando uma criança expressa desejos fora do comum e de natureza simples vale prestar mais atenção porque, certamente, ela tem bastante coisa para nos dizer, mostrar e assim deve seguir em sua trajetória nessa vida.
 
                                   Gabriel convidou lixeiros para sua festa de aniversário

Vale lembrar que crianças índigo e cristal sempre existiram, desde os primórdios da humanidade, inclusive, muitos de nós possuem características dessa natureza mas dizem os estudiosos que estão nascendo cada vez mais pessoas assim. Qual o objetivo? É uma forma de acelerar a evolução na Terra que deslanchou em tecnologia, mas ficou um tanto estagnada nas questões sociais. E essas pessoas tendem a ser solidárias e desapegadas de luxo e riqueza desde cedo.

Inclusive, parece que essas crianças estão sendo delicadamente colocadas em lares que podem acolher, respeitar e valorizar suas atitudes.  Na reportagem do Domingo Espetacular, as duas mães estavam muito confortáveis com a fantasia dos filhos em serem lixeiros, mesmo sabendo que a profissão é dura e mal paga. Elas não se envergonham dos filhos. Elas os apoiam porque já perceberam que são especiais. Por isso nas festinhas de aniversário a decoração é focada na coleta de lixo. Bárbaro!

Antes falava-se apenas em índigos, mas de uns tempos para cá começaram a chegar as crianças de personalidade cristal que seriam um pouco mais preparadas para o “bem” que as índigos. Geralmente optam pelo vegetarianismo desde cedo sem nem mesmo serem incentivadas. Desenvolvem a telepatia, possuem grande intuição, muitas podem antever o futuro, amam os animais, são generosas e talentosas em várias áreas. Mas essas são apenas algumas das características. No link http://www.anjodeluz.net/indigo_cristal/criancacristal.htm  há maior detalhamento da personalidade cristal.
                                        
João em festa de aniversário inspirada em lixeiros
 
Veja também as matérias que falam dos vários meninos que estão nascendo pelo Brasil com essa atração pela profissão de lixeiro. Não é só uma brincadeira. É uma mensagem. Eles podem até escolher ser outra coisa no futuro. Não importa... a mensagem está dada.









 

DIA 22 SEMINÁRIO GRATUITO DISCUTE PROTEÇÃO ANIMAL NA USP



O ser humano é o único animal capaz de explorar todas as demais espécies vivas estejam elas no mar, na terra, no ar, vivendo em montanhas quase inatingíveis ou territórios cobertos de gelo. Em todo o planeta, o ser humano aprendeu e aperfeiçoou técnicas de exploração seja para alimentação, vestimentas, medicamentos ou entretenimento. A notícia boa é que cada vez mais pessoas, também no mundo todo, estão preocupadas com essa situação e se esforçam para provocar mudanças.

O Seminário de Defesa Animal promovido anualmente pelo FNPDA – Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal é um desses redutos onde pulsa essa intenção de um novo tempo sem exploração de espécies animais pelo homem. Um sonho distante mas que pode ir, aos poucos, implantando algumas alternativas para amenizar ou terminar com sofrimentos dos mais comuns como confinamento de animais de produção, alimentação forçada (foie gras), tração e abate.

O Seminário deste ano, no dia 22 de agosto,  a partir das 8h, na USP, vai contar também com participação de Vânia Túglio, promotora empenhada no processo de Dalva Lina da Silva, que ficou conhecida como “a matadora de animais da Vila Mariana” e que chegou a ser condenada a 12 anos de prisão, mas conseguiu recurso e aguarda julgamento do mesmo em liberdade. Vânia será moderadora da mesa redonda sobre “animais no entretenimento: circos, rodeios e zoos”. Nesse tema vale destacar também a presença da Dra Irvênia Prada, da USP, conhecida por seus trabalhos abordando a alma animal.

A Dra. Mara Massad (Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo) vai mostrar como documentar maus-tratos – uma importante ferramenta para anexar as denúncias. Outro ponto importante do seminário é sobre “medicina do coletivo” – uma solução para atendimento de animais das camadas mais pobres da população e que, num efeito dominó, acaba afetando diretamente o quadro do abandono já que com animais tendo acesso a tratamentos, cirurgias e castração, há menos risco de serem largados nas ruas, sem falar que, animais carentes devem também ter direito à assistência veterinária.
Na ocasião será feita ainda a inauguração de um veículo especialmente preparado e equipado pela organização SOS FAUNA, afiliada ao Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, para apoiar as instituições públicas ou do terceiro setor que trabalham com a recepção de animais silvestres vítimas do tráfico. O veículo tem capacidade de carregar alimentos, medicamentos, recintos e materiais destinados à implantação de áreas de soltura. Poderá dar suporte a operações rodoviárias e em zonas urbanas de repressão ao tráfico de animais silvestres.

Para participar é só solicitar a ficha de inscrição no email comunicacao@forumanimal.org e, no dia, levar  1 kg de ração para cães ou gatos. Confira a programação completa em: www.forumanimal.org/seminario
Data e Local:  22 de agosto, das 8h às 20h

Auditório da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP – FMVZ/USP

Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87 - Cidade Universitária São Paulo/SP

 

sábado, 8 de agosto de 2015

DIA INTERNACIONAL DO GATO




O Dia Internacional do Gato é celebrado em 8 de agosto desde 2002 e foi definido pela International Fund for Animal Welfare (Fundo Internacional Para o Bem-Estar Animal). Um bom momento para refletirmos sobre o comportamento felino e derrubarmos certos mitos, além de compreender melhor o estilo de vida dos gatos ... sim... porque como já dizia Charles Bukowski,  “estilo é a resposta para tudo... eu já vi cães com mais estilo que homens... gatos têm em abundância”.
Mitos:


1) “Todo  gato caça passarinho e rato”
Muitos gatos não caçam, outros pegam passarinhos e ratos, mas não machucam e outros pegam e matam. Depende da personalidade de cada um. Da mesma forma, nem todo cão detesta gato, alguns não ligam para os gatos e outros os atacam. Os animais mais evoluídos não têm comportamento padrão. No entanto, ratos fogem de gatos instintivamente. Por isso, basta ter um gato na casa para os ratos se mandarem. Basta ter uma caixinha com areia de gato usada para os ratos procurarem outro lugar para viver.

2) “Gato gosta da casa e não do dono”

Uma das maiores inverdades já espalhadas. Os gatos amam e acompanham seus tutores. Quem tem gato sabe disso e quem nunca teve deveria ficar quieto.

3) “Gato que não faz suas necessidades na areia é mal-educado”

Todo gato instintivamente, desde pequeno, procura a caixa de areia ou o jardim de uma casa para fazer xixi e coco. Atentos a sua higiene pessoal, eles cobrem tudo. Quando fazem fora da caixinha é porque ela já está suja demais, com pouca areia, perto da comida ou porque eles estão com algum problema de saúde e querem chamar a atenção para isso



4) “Gato dorme de dia e fica atento à noite”

Depende da personalidade do gato e costumes da casa onde vive. Em geral, gatos dormem junto com seus tutores e acordam com eles. Alguns, geralmente mais jovenzinhos, continuam brincando à noite, mas a tendência é se ajustarem aos costumes dos tutores e dormirem a noite toda. Claro que isso não vale para gato de rua.

5) “Gato é traiçoeiro”

Inverdade sem qualquer fundamento. Gatos amam e defendem seus tutores. São carinhosos e companheiros, com exceção de um ou outro que já esteja muito traumatizado ou tenha se mantido selvagem, mas ainda assim o termo traição não se aplica. Algumas pessoas passam a mão onde alguns gatos não gostam como na barriga deles e, se são levemente arranhadas por isso dizem que o gato é traiçoeiro. Se eu enfiar o dedo no ouvido de uma pessoa e ela der instintivamente um tapa na minha mão posso dizer que ela é traiçoeira?



6) “Gato absorve energia negativa”

Na verdade, gatos absorvem e dissipam energia eletrostática de aparelhos elétricos e eletrônicos e de seus tutores se estiverem "carregados" dessa energia e, normalmente, todo mundo que passa o dia na frente de um computador tem bastante energia eletrostática acumulada no corpo. Nesse caso é ótimo ter um bichano no colo ou para dividir a cama. É uma limpeza natural do corpo e ambiente. É por isso que gatos dormem sobre impressoras, modens, TVs e tudo que for quentinho e estiver ligado na eletricidade.

 7) “Gato é frio, distante e independente”

Independência está presente em muitos gatos, mas isso não quer dizer que são frios e distantes. Muitos gatos fazem valer sua vontade deixando, por exemplo, de comer uma ração que não apreciam e não aceitando a imposição de uma caminha ou lugar para dormir. Mas esse comportamento não tem nada a ver com frieza e sim com vontade própria.



 8) “Gato detesta água”

A maioria não gosta de banho e chuva, mas há cada vez mais exceções. No entanto, vale lembrar que não há necessidade de dar banho em gato, principalmente, se ele não sai de casa. Eles mesmos se banham e precisam fazer isso. Pote com água para beber é essencial, mas eles preferem água corrente, saindo da torneira ou de uma fonte.

 9) “Gato transmite toxoplasmose”

Em casos raríssimos, pois, a mais comum forma de pegar essa doença é ingerindo carne mal-passada. Nem todo gato tem a bactéria da toxoplasmose e, mesmo quando tem, só a elimina uma vez na vida nas fezes. Uma única vez. E é nessa ocasião que, se a pessoa tiver contato muito direto com as fezes poderá se contaminar. Mas todo mundo usa pazinha para recolher as fezes, né? Então contaminação por meio do gato é algo muito, mas muito raro.



 10) “Gato sempre cai em pé”

Depende da distância do solo e do tipo físico do bichano. Um gatinho fora do peso não gira no ar e cai em pé. Se a altura for pequena e o gato for solto de barriga para cima ele pode cair deitado e se ferir. Se a altura for alta demais ele pode morrer e sofrer graves fraturas. O gato tem a habilidade de cair em pé, mas depende das condições dele e da queda.

 11) “Gato não passeia de coleira”

Passeia sim, mas preferem peitoral porque eles não gostam de ser conduzidos pelo pescoço. E nem é preciso acostumar desde pequeno. Alguns gatos aceitam o peitoral depois de adultos, enquanto outros não aceitam nunca. Mais uma vez, depende muito da personalidade do bichano que tem que ser respeitada.

 12) “Gato não atende pelo nome”

Atende. Entende o nome e outras palavras, assim como os cães e outros animais. E se comunicam conosco. Quem tem gato reconhece alguns miados e entende o que o gato está querendo

 Texto e fotos: Fátima Chuecco. Gata preta: Ághata. Branca: Dianna. Rajada: Rebecca

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

PAOLLA TEM 11 GATOS E UM CACHORRO


Os animais da atriz Paolla Oliveira são as estrelas dessa semana da revista Viva Mais! Numa inusitada coluna, a também atriz Narjara Turetta, entrevista Adja e Pessoa, cão e gato de Paolla. É um bem-humorado  "Papo Pet" (nome da seção da revista) que visa motivar amor e respeito aos animais. Para quem não se lembra, Narjara fez novelas na Globo, mas depois na falta de trabalho, acabou deixando de lado a carreira de atriz e vendeu coco na praia (no Rio). Agora ela volta com essa simpática coluna. A paixão de Narjara pelos bichos a levou de volta para a mídia. Não percam! A coluna é quinzenal e a revista Viva Mais! custa só R$ 2,50 e tem vários assuntos ligados a saúde, comportamento, artesanato... é uma revista fácil e gostosa de ler.

 

ESTRANHAS MANIAS FELINAS

“Daqui não saio, daqui ninguém me tira”. A frase, que é muito popular no Brasil, se encaixa direitinho em algumas situações protago...