terça-feira, 30 de abril de 2013

ESTILO NEANDERTHAL ATRAI AS MULHERES?



 
O jogador de rúgbi francês Sebantien Chabal virou símbolo sexual desde suas avassaladoras aparições em campo de cabelos longos e jeitão de homem “ogro”. Desde 2007, a plateia de rúgbi, que era majoritariamente masculina, começou a se encher de mulheres quando Chabal estava em jogo e logo as grandes marcas esportivas se deram conta do novo “filão” a ser explorado. Na foto abaixo o jogador encara uma campanha da Puma numa mistura de homem contemporâneo (usando uma cueca boxer) com Homem de Neanderthal. A Puma fez em 2010 uma campanha em vídeo para o Valentine`s Day onde uma moça ganha de presente do Dia dos Namorados o “ Pooh Chabal Puma”... um urso de pelúcia com as características de Chabal e uma série de rigorosas recomendações para lidar com aquele objeto que “não é brinquedo”.


Mas o que esse homem tem que excita as mulheres? Do ponto de vista psicológico e adentrando no “inconsciente coletivo” proposto por Carl Jung, a imagem de Chabal pode acionar um botão da memória feminina ligado à nossa remota origem, no tempo das cavernas. Aliás, Chabal tem sido apelidado de “HOMEM DAS CAVERNAS”. Ele representa muito bem aquele estilo masculino que era forte e enfrentava os animais numa luta de corpo a corpo... uma espécie de “vale tudo pré-histórico”. 

Segundo os vestígios encontrados por pesquisadores, tinha altura mediana e cabelo espesso, negro, na altura dos ombros ou um pouco abaixo (a diferença é que Chabal, aos 35 anos, tem 1,91m e pesa 113 kg). Devido as longas e duras caminhadas sob uma temperatura bastante fria, desenvolveu caixa toráxica larga, pernas bem musculosas e dedos grossos. Sua alimentação era 85% formada por carne e ele se cobria com peles dos animais que matava.


A imagem de Chabal nos remete ao Homem de Neanderthal e traz consigo toda uma VIRILIDADE RÚSTICA, uma imagem de “PROTETOR” extremamente forte e imbatível que, no tempo das cavernas, era tudo que as mulheres queriam: alguém com quem pudessem gerar filhos fortes e saudáveis, e que alimentasse e protegesse a cria. Chabal aciona esse botão na memória genética feminina... claro, não em todas, mas numa boa parte. E os profissionais do marketing vivem em busca dessas “conexões” com nosso passado a fim de ressuscitar desejos e oferecer produtos que os satisfaçam. 


Assim, Chabal deslanchou na carreira comercial em paralelo a sua carreira esportiva. Faz propagandas de variados produtos e em seu site oficial www.sebastienchabal.fr pode-se ver muitas das propagandas estreladas por ele. Eu, particularmente, também me sinto atraída pelo “estilo neanderthal ou chabal”. Mas para vocês que estão pensando entrar em contato (sim... tem o email dele no site), um AVISO: ele se casou em 2008 com a moça da foto abaixo. 

                                                                 Annick Chabal com a filha

Veja o video do Pooh Chabal Puma em que o jogador também faz uma aparição:




 Reflexões sobre a psicologia feminina por Fátima Chuecco

domingo, 28 de abril de 2013

EMOCIONE-SE COM ESSA INTERVENÇÃO URBANA PELOS CÃES DE RUA

Um BELO video postado na ANDA essa semana (www.anda.jor.br) mostra uma ação onde vários cães de rua ganharam bexigas amarradas em seus pescoços com frases como Estou Aqui, Não Me Abandone e Me Abrace. Foi uma tentativa de fazer os cães serem notados pelos transeuntes. E, de fato, as pessoas começam a notá-los, dar comida e carinho. A musica contribui para com o clima mega-emotivo. Quem é manteiga derretida feito eu vai chorar. A ação foi repetida em outras cidades. Video visto por 120 mil pessoas.
 

sábado, 27 de abril de 2013

PALESTRAS GRATUITAS TODAS AS TERÇAS E SABADOS EM SP



O CEC - Centro de Estudos da Consciência oferece palestras gratuitas em sua sede em SP que são seguidas de práticas bioenergéticas. As pessoas podem frequentar o local ou participar pelo site e, inclusive,  enviar perguntas. São sempre temas interessantes pertinentes a nossa vida prática, amorosa, profissional... nossos conflitos, dúvidas... enfim... assuntos que abordam nossas emoções e comportamentos. O CEC mantém ainda grupos de estudos sobre Projeção Astral e Clarividência, além de trabalho de imposição de mãos e tratamento espiritual à distância. Fica na Rua Pero Correa, 42, na Vila Mariana. Fone 5904-2116 Site www.centrodeestudos.org 

Programação das  palestras:

Dia 4, das 14h30 às 15h30:
Por que o outro é um problema? Figuras de autoridade. Check de realidade e reposicionamento.
Dia 7, das 19h30 às 20h20:
O que é Bioenergias? Como nosso corpo físico responde aos nosso composto energético? Ter uma vida plena e saudável é possível? 
Dia 11, das 14h30 às 15h30: Como se desenvolvem os mecanismos de defesa do ego? O inconsciente. O processo de mudança. 
Dia 14, das 19h30 às 20h20: O que aprendemos com os relacionamentos? Construção das relações na família, no trabalho e na vida. Aspectos espirituais dos relacionamentos


Trabalho de Imposição de Mãos
Trabalho assistencial gratuito do qual todos podem se beneficiar, inclusive gestantes, bebês e crianças. Para problemas físicos, emocionais, energéticos e espirituais. Você pode escolher o horário e a unidade do CEC que for mais conveniente para receber a doação de energias.

Atendimentos:

 Sábados, das 9h às 12h (a partir de maio/2013)
CEC – SP:  Rua Pero Correia, 42. V. Mariana. Tel. (11) 5904-2116
CEC – Jundiaí:  Rua Prudente de Moraes, 1709 – Centro. Tel. (11) 4497-1595
CEC – Uberaba:  Av. Dr. Odilon Fernandes, 822 – Tel. (34) 3313-8834


Tarefa Assistencial Diária

Trabalho que vem sendo realizado pelos associados do CEC – Centro de Estudos da Consciência – desde 1998, e que agora está sendo aberto para todas as pessoas que queiram participar. Como o próprio nome sugere é uma tarefa diária de assistência ao próximo. A tarefa é feita à distancia, através da doação de energias exteriorizadas pelas mãos durante um tempo e horário determinado.
A Tarefa Assistencial Diária tem mostrado uma grande eficiência para os mais variados tipos de ajuda. Realizar um trabalho desta natureza nos aproxima de amparadores espirituais, trazendo-nos grandes benefícios tanto no âmbito físico quanto espiritual. É também uma oportunidade de sermos uma ferramenta útil para o plano espiritual.

Como realizar

O horário desta Tarefa Assistencial é das 20h30 às 23h. Dentro deste período, escolha 10 minutos. Você deve fazer todos os dias no mesmo horário. Para fazer a tarefa basta exteriorizar as energias através das palmas das mãos. Concentre-se e sinta as energias fluindo de suas mãos. Mentalize os amparadores espirituais do CEC e direcione as energias para eles.
É importante iniciar e finalizar a tarefa. Você pode dizer mentalmente ao iniciar: “Estou iniciando neste momento a doação de energias para os amparadores espirituais do CEC para a realização de tarefas assistenciais”. Quando terminar os 10 minutos, diga: “Esta doação de energias está finalizada”. Se você sentir vontade de agradecer, agradeça. Um exemplo: “Agradeço aos amparadores espirituais a oportunidade de realização deste trabalho”.

Requisitos para a prática

Não precisa de nenhum ritual, mas é importante estar em um lugar reservado, sem interrupções ou perturbações para fazer o trabalho sem interferências.
Você pode estar em qualquer ambiente (casa, trabalho, automóvel, rua, praça etc). O importante é não ser interrompido na hora da prática.
Não fumar ou ingerir bebida alcoólica pelo menos seis horas antes da prática é fundamental.
Uma alimentação mais leve é recomendável para que as energias possam fluir mais livremente.

Para quem estiver no exterior ou em outros estados do Brasil  entrar em contato para orientações: cec@centrodeestudos.org

 


quinta-feira, 25 de abril de 2013

ESTAMOS TODOS EM PLENA EVOLUÇÃO

                          Koko adora livros e revistas. Ela nunca se interessou por outros gorilas

DICA DE LEITURA

A revista Quanta é uma excelente leitura para quem se interessa por Ciências. Na edição desse mês a matéria principal mostra inúmeras outras teorias e estudos q surgiram pós Darwin... e tb o que já se pensava, antes dele, sobre a evolução das espécies. Atualmente se fala em " teoria sintética expandida da evolução". Difícil de entender? É que surgiram hipóteses (e provas) de outros mecanismos de evolução como epigenética, auto-organização, evolutibilidade e simbiogênese. Muita coisa pra explicar nesse post, mas que consta na matéria. Mas para dar uma prévia, vou comentar sobre a ideia dos possíveis "saltos" da evolução. É quando um processo evolutivo, que deveria ser lento, tem um avanço rápido em curto espaço de tempo devido ao que os pesquisadores chamam de "efeito fundador". Esse efeito pode se dar com a fragmentação de uma população (por uma razão ambiental qualquer) que se une a outra (mais evoluída ou de aspectos diferentes, por exemplo) e favorece o surgimento de uma nova espécie. Dá asas à imaginação, não dá? 



Isso não fala na revista, é uma ponderação minha: sempre digo (com base em pesquisas q já li) que não se pode comparar um lobo com um cão que vive integrado a uma família humana nas grandes cidades. Muita gente insiste em dizer que os animais urbanos são tão instintivamente limitados e primitivos quanto os q ainda vivem em habitat natural. Isso não é verdade. Há uma evolução latente nos lobos e em todas as espécies animais (provavelmente nas vegetais tb), mas que segue um longo percurso determinado pelo ambiente e necessidades daquele grupo de animais. No momento em que esses indivíduos são introduzidos num ambiente mais complexo, numa vida completamente diferente da floresta e no convívio com espécies mais evoluídas (do ponto de vista racional/intelectual), a evolução deles pode dar um "salto".  E a evolução é uma coisa q não tem volta. O cachorrinho q cresceu na cidade jamais voltará a desenvolver as funções e comportamentos de seus ancestrais caninos.

                                                                 Koko e seus tratadores

O clássico caso da Gorila Koko

Koko é uma gorila bastante famosa que desenvolveu a linguagem dos sinais, folheia revistas, assiste filmes e desenhos na TV, acessa computador e sabe não só expressar o que sente e quer, como tb cria sinais para objetos que não lhe foram apresentados. Koko gosta de chapéu, batom, se reconhece no espelho e reconhece outros animais e pessoas por meio de fotos. Parece muito para uma gorila? Então veja mais esse detalhe interessantíssimo: Koko tem mais de 30 anos. Cresceu com humanos e ao longo de sua vida foi apresentada a vários gorilas com o intuito de fazê-la se interessar por algum. Resultado: Koko nunca quis nada além de "amizade" com eles. Ela não os reconhece como possíveis parceiros sexuais pq Koko simplesmente já se vê como "humana". Eu arrisco dizer q ela se relacionaria sexualmente, de livre e espontânea vontade, com um homem.

                   Koko pediu por meio de sinais um gatinho para criar como bichinho de estimação

Hoje Koko vive num santuário ao ar livre. É uma semi-liberdade, já que ela jamais teria condições de viver por conta própria numa floresta. Uma vez perguntei a sua tratadora porque Koko foi privada da vida numa casa  - lugar q ela, obviamente, deve adorar viver, muito mais do que em cima de árvores. A resposta foi que seus tratadores vão morrer um dia e o destino de Koko pode ser muito cruel, com pessoas a explorando ou a jogando numa jaula. Então o santuário é uma forma de mantê-la em segurança. Faz sentido, mas acho q Koko já poderia ser considerada "pessoa" e conviver com humanos pelo resto de sua vida. Ela deveria gozar de algum tipo de "proteção à pessoa não-humana". Não sei se conseguem entender o que quero dizer... mas é minha opinião.

Reflexões de Fátima ChuEcco

Koko ajuda a montar arvore de Natal

EXPOSIÇÃO ART DOG EM SP


 Para ser vista, fotografada, tocada e até adquirida com renda revertida para a ONG Amapra Animal

São Paulo recebe a dog.art - projeto que expõe réplicas de cachorros das raças buldogue, daschund, dogue alemão, galgo e vira-lata - todas feitas de fibra de vidro em tamanho natural. Após o sucesso das exposições das vacas e orelhões coloridos da maior cidade do Brasil, chegou a vez da cachorrada. As esculturas estão expostas em locais de grande circulação, como nas linhas verde, azul e vermelha das estações de metrô e no shopping Market Place, permitindo a interação do público. Além dessa exposição, as obras poderão ser vistas todas juntas entre os dias 13 e 16 de maio no MuBE (Museu Brasileiro da Escultura). A matilha recebeu intervenções artísticas de pintores, escultores, estilistas, arquitetos, designers, fotógrafos e artistas, entre eles estão: Claudia Raia, Cleo Pires, Camila Coutinho, Danilo Gentilli, Ellen Jabour, Fernanda Paes Leme, Fernanda Mota, Flavia Alessandra, Fiorella Matheis, Junior Lima, Sorocaba – da dupla Fernando & Sorocaba, Mariana Rios, Paulinho Vilhena, Sabrina Sato, Thaila Ayala, entre outros.  

 
A escolha pelo cachorro foi justamente pela proximidade com as pessoas, conhecido como "o melhor amigo do homem". Todas as obras serão leiloadas e a beneficiada será a Ong Ampara Animal – Associação das Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados – organização sem fins lucrativos fundada em agosto de 2010.

Datas, locais e ações:
Shopping Market Place - de 22 de abril a 12 maio com 50 esculturas
Metrô - linha verde – Vila Madalena - de 22 a 30 de abril com 30 esculturas
Metrô – linha vermelha – Santa Cecília - de 30 de abril a 12 de maio. Terá oficina e exposição com 30 esculturas
Metrô – linha azul – Paraíso – durante o mês de maio. Terá oficina e exposição com 30 esculturas
Mube – dia 15 de maio acontece o leilão dessas peças
Mube – exposição entre os dias 13 e 16 de maio


 

terça-feira, 23 de abril de 2013

SARAU NA TAVERNA ABERTO AO PUBLICO EM SP



Sarau do Centro da Terra 

O Sarau do Centro da Terra acontece sempre às últimas quartas-feiras de cada mês e é gratuito, sujeito à lotação do espaço (40 pessoas). A Taverna, com entrada a 50 m do Teatro do Centro da Terra, é parte do cenário da peça  Ilha do Tesouro, de autoria de Ricardo Karman, com cenografia de José de Anchieta e em cartaz desde 2005.O singular espaço, proporcionado pela Taverna é o complemento ideal para o sarau, cujo nome foi dado em homenagem ao livro homônimo de Álvares de Azevedo. Escritos em prosa, Noite na Taverna são contos macabros, com histórias de amor, lascívia e morte. Seus personagens são devassos que se apaixonam por mulheres perdidas ou virgens misteriosas que terminam por perder-se. Essa atmosfera do do século XIX, de exagerado romantismo, é revisitada por Karman no Sarau do Centro da Terra. E, assim como no livro de Álvares de Azevedo, pessoas se reunem em torno de uma mesa para beber e conversar. Poetas e simpatizantes recitam poesias, textos curtos e músicas de sua própria autoria ou escolhidas de um cardápio poético especialmente elaborado por Frederico Barbosa.  A duração é de 1h15. A Taverna funciona de verdade e os convidados são recebidos pelo anfitrião Ricardo Karman acompanhado pelo músico e doutor em comunicação e semiótica Sergio Basbaum.
São noites poéticas e autóctones, autenticamente paulistanas.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

PALESTRAS GRATUITAS NO IPPB (SP) TODAS AS SEXTAS




Vocês conhecem o prof. Wagner Borges do Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas (IPPB) de SP? Pois façam a experiência de assistir uma de suas palestras. Seu bom humor e, inclusive, criatividade para expor temas que muitas vezes são densos e difíceis de compreender, são fantásticos. Vale cada segundo tanto em conteúdo quanto em clima de descontração. E o professor é tão simpático, que vive sorteando CDs com músicas de relaxamento para a platéia. É perceptível a quantidade imensa de informação das mais variadas áreas que ele armazena, assim como fica clara sua posição humilde, de humano tb cheio de erros e fraquezas. Por isso ele deixa as pessoas à vontade e mais receptivas ao entendimento. Em uma das palestras pude ver o interesse do público - que não desprega o olho dos ensinamentos audiovisuais... e conheci a colaboradora de Wagner, uma cachorrinha que faz a festa no colo dos presentes. O máximo!!!

O IPPB reune uma série de temas ligados à espiritualidade, viagem astral,  xamanismo, psicoterapias, ufologia... enfim... uma vasta gama de assuntos que buscam o autoconhecimento e que também exploram estudos polêmicos ligados ao nosso surgimento na Terra e permanência na mesma. Há palestras/cursos gratuitos e também outros mais complexos com taxa de inscrição, na sede do Instituto no Ipiranga. Casa sempre cheia! E tem no local uma livraria repleta de obras dos temas abordados por Wagner e seus convidado. O IPPB mantém ainda um abrigo para cães de rua, por isso, pede-se que as pessoas que puderem, doem ração na ocasião em que se dirigem à sede para alguma palestra ou curso.


Escolhi esse desenho porque representa o efeito dominó. Vc empurra uma pedrinha
q derruba a outra e a outra e assim vai. O mesmo ocorre com nossas ações, boas ou más

Palestras gratuitas com Wagner Borges e Convidados
Todas as sextas-feiras, das 20h às 22:30h
Local: IPPB - Rua Gomes Nogueira, 168 - Ipiranga - São Paulo - SP
Informações: Fones: (11) 2063-5381 e 2915-7351 (das 12h às 18h.)
Site www.ippb.org.br  


sábado, 20 de abril de 2013

CONHEÇA OS PARTICIPANTES DO MI-AU BOOK 3


Os dois videos abaixo reunem os cães e gatos que estarão na terceira edição do MI-AU BOOK, dessa vez numa versão histórica, inserindo também casos de coragem, solidariedade e superação nacionais e estrangeiros. Além dos celebrigatos e cãolebridades do Bem dessa edição, ONGs de proteção animal estarão no centro do livro mostrando vários bichinhos recuperados. Homenagem à atriz Sandra Bullock (q adotou três cães deficientes físicos) e à artista plástica Vicky Von Dorff (que doa seus quadros para a causa animal). Participação internacional do grupo Rescue Ink - os fortões de NY q não toleram maus-tratos a animais. O MI-AU BOOK está aberto a empresas e editoras de livros que queiram lincar suas marcas a essa obra que homenageia nossos amados companheiros de quatro patas, conscientiza para o respeito e amor aos animais, e ajuda bichinhos carentes. Participe dessa iniciativa pet-solidária, afinal, uma pata lava a outra! Para saber mais detalhes acesse http://mi-aubook.blogspot.com.br Para quem gostaria de adquirir as edições anteriores, alguns exemplares ainda estão à venda nas livrarias (são poucos) ou diretamente comigo (autora) pelo email miaubook@hotmail.com Seguem os videos com particpantes em duas partes.

                                                                      Video parte II


                                                                        Video parte I

                                               MI-AU BOOK I - Um Livro Pet-Solidário
 
                                                MI-AU BOOK II - MI-AU BOOK & CIA

quarta-feira, 17 de abril de 2013

EXPOSIÇÃO DE CUECAS DÁ ASAS À IMAGINAÇÃO







PELA CUECA SE RECONHECE O HOMEM
Exposição A Cueca chega ao Continental Shopping (Jaguaré – SP) alertando sobre a importância da prevenção do câncer de próstata



Uma mostra  inusitada chega ao Continental Shopping amanhã, dia 18 de abril. A exposição “A Cueca – Uma Experiência Íntima” tem o objetivo de alertar os visitantes sobre o câncer de próstata. De acordo com dados do INCA, esse é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens no Brasil e o sexto mais comum no mundo. Diversos artistas foram convidados para customizar cuecas e aproveitei para fazer uma interpretação livre de cada obra para identificar personalidades por meio das cuecas expostas (veja no final do texto). Com apoio e organização da ABAPC – Associação Brasileira dos Artistas Plásticos Contemporâneos, a exposição itinerante conta com 23 manequins vestindo cuecas feitas com materiais diversos como ferro, metal, tecido e resina.

 “Nossa proposta é a de passar uma reverência a uma causa social muito importante e que por meio da arte podemos tocar e falar de assuntos e problemas que ainda são tabus, principalmente entre os homens”, afirma Robert Richard, responsável pelo projeto. Além disso, a exposição também aborda a evolução da cueca, contando sua história desde o século XII.  A mostra gratuita acontece até o dia 30 de maio no Piso Boulevard. 

TESTE: Agora, se vc é homem, escolha uma cueca com a qual vc mais se identifica e depois veja o resultado logo abaixo das imagens. Se vc é mulher escolha uma cueca que mais parece com seu namorado ou marido e tb veja o resultado da análise. Atenção: é preciso escolher a imagem sem ler a análise. Essa é uma interpretação minha, não dos artistas, para mexer com o imaginário:




Digas com qual cueca andas e eu te direi quem és:

                                                               Cueca Adriana

Homem da Cueca de Adriana Rizkallah – gosta de brilhar onde quer q vá. Para isso capricha no look, tem sempre o cabelo bem cortado e é bem articulado pra conversar. Prefere namoradas que brilhem um pouco menos que ele para não ofuscá-lo.
 
                                                                        Cueca de Arluce


Homem da Cueca de Arluce Gurjão – é o tipo descontraído, que faz amizade fácil, adora manter a boa forma e levar uma vida meio saudável. Gosta mais de ficar que namorar, mas quando namora prefere mulher bem discreta e que não saiba contar piada pra não roubar a cena quando estiverem em público.

                                                                       Cueca de Carlos


Homem da Cueca de Carlos Dercoles -  é o homem turbinado, que quer ser notado por suas qualidades másculas, porte de lutador, gosta de passar virilidade e é um tanto desconfiado das mulheres porque acha que apenas uma minoria vale sua atenção. Prefere mulheres tipo “mãezona”, que façam sopa pra ele quando estiver gripado.

                                                                           Cueca de Luis


Homem da Cueca de Luis Bayon Torres – nem é preciso muito esforço pra perceber que esse é o cara certo pra apagar o fogo... qualquer hora, qualquer lugar. Está sempre disposto. E capricha, viu? Não tem preferência por algum tipo de mulher pq é muito focado no seu trabalho de extintor de incêndio. Onde tem um ele ataca.


                                                                       Cueca de Walter


Homem da Cueca de Walter Tommasi – é preciso ampliar a foto para ver os detalhes desse homem que é um batalhador, mas sabe tanto dar quanto tirar. Imune a sentimentos mais profundos, pode ser um bom companheiro para mulheres igualmente frias, mas q adorem um sexo mais selvagem.

                                                                          Cueca de Luigi


Homem da Cueca de Luigi Di Mauro – esse é o homem tecnology. Ele sabe muita coisa, tanta, que nem tem mais memória suficiente pra armazenar. Do tipo q vive grudado na Internet, bebe e come internet. As parceiras, lógico, tb surgem de lá, mas como todo homem de TI, adora novidade e troca rápido de equipamento e acessórios.


                                                                      Cueca de Ivan

Homem da Cueca de Ivan Porterro – é o roqueiro romântico. Adora transar com som pesado invadindo o quarto ou até a casa toda. Mulher pra ele tem que ter cabelo liso e longo... e um par de botas pretas pra usar com minissaia. É do tipo q se amarra fácil, mas tb troca de banda mais fácil ainda.

                                                                   Cueca de Glenn


Homem da Cueca de Glenn Hamilthon – o homem perigoso. Sofisticado, educado, culto, mas extremamente ardiloso. Antes de sair com uma mulher ele a escaneia de cima a baixo pra ver se não tem nenhum defeito. Mas é solitário porque não encontra ninguém tão maravilhoso quanto ele próprio se imagina.


                                                                         Cueca de Elza

Homem da Cueca de Elza Carvalho – é o molecão. O tempo não passa pra ele nem depois dos 40, 50, 60... É sempre o meninão que quer colo, cafuné, elogio e, claro, muito sexo. Não tem nada contra casamento, por isso, costuma casar três, quatro, cinco vezes...

                                                                     Cueca de Eduardo


Homem da Cueca de Eduardo Gragnani – é um tipo antiquado e conservador. Mulher certinha é seu sonho de consumo. Certinha, de boa família, com avós vivos e um guarda-roupa lotado de vestidos quase até o joelho. Gosta de pintura, musica clássica e de comer na sogra aos domingos.

                                                                      Cueca Del Santo


Homem da Cueca de Del Santo – esse é o top de linha: engajado em temas atuais, quase sempre bem-sucedido nos negócios ou na profissão, rodeado de amigos e muito diversificado na cama. Pesquisa muito, pratica de tudo. Sabe tirar proveito de toda mulher q se encanta por ele... mas elas tb se divertem um bocado.

                                                                 Cueca de Barbara


Homem da Cueca de Barbara Altstadt – é o naturista. Sempre que pode está pelado. Em casa, então, não usa roupa de jeito nenhum. Detesta gravata, terno, sapato, cinto... e usa tudo o que for folgado e confortável. Como liberdade é seu lema, adora viajar pra perto da natureza e curte mulheres do estilo Eva de Adão.

                                                                      Cueca Nino


Homem da Cueca de Nino Millan – é do tipo organizado e precavido. Se mora sozinho tem a casa em ordem e se namora, tb controla a namorada e a relação. Curte uma boa culinária, roupas de grife e prefere mulheres de bom gosto e cultas.
 
                                                               Cueca de Cristina


Homem da Cueca de Cristina Bottallo – é o homem do tipo frágil, que adora a noite, moda alternativa, cinema alternativo, vida alternativa. É o homem da sociedade alternativa que carrega a bandeira da paz, amor e vamos dançar até cair.


                                                                          Cueca de Ligia

Homem da Cueca de Ligia Sá – é o homem purpurina. Alegre, divertido e bom amigo, especialmente para as mulheres. Estão pensando que a seringa é pra uso de drogas? Não é não. É pra colorir as bolinhas da cueca e brincar de médico.



Serviço
Exposição "A Cueca - Uma Experiência Íntima"
Data: de 18 de abril a 30 de maio
Local: Continental Shopping - Piso Boulevard
Horário: De segunda a sábado das 10h às 22h. Domingos e Feriados das 14h às 20h.
Censura: Livre

Endereço: Avenida Leão Machado, 100, Jaguaré - São Paulo - SP
Mais informações pelo telefone: (11) 4040-4981
www.continentalshopping.com.br

ESTRANHAS MANIAS FELINAS

“Daqui não saio, daqui ninguém me tira”. A frase, que é muito popular no Brasil, se encaixa direitinho em algumas situações protago...