terça-feira, 2 de novembro de 2021

Incrível: Gatinho sumido há 39 dias é encontrado "vivo" trancado em casa vazia


Ele se chama Gohan e não parece mera coincidência ter os mesmos poderes de força e resistência que o personagem da série Dragon Ball, afinal, depois de 39 dias desaparecido, esse gatinho foi encontrado trancado no cômodo de uma casa vazia onde não tinha sequer acesso à agua. Sua história é incrível. Acompanhem!

Fernando Fujii, de São Paulo, tutor de Gohan, passou pela aflição de perder seu gatinho por duas vezes. Na primeira ocasião o gatinho ficou três dias sumido e foi visto na área de lazer de um prédio perto de casa:

"Espantaram ele e então Gohan conseguiu voltar para casa. Na segunda vez que ele desapareceu imaginei que teria ido parar em algum prédio novamente. Cheguei a ouvir um miado que parecia o dele num prédio de alto padrão, mas não o achei. Pensei comigo que talvez um morador de lá o tivesse adotado já que ele é manso e, nesse caso, talvez estivesse bem".


Apesar das buscas nas redondezas e pelas redes sociais, Fernando não encontrou nenhuma pista de Gohan, até que uma noite, 39 dias depois do sumiço do gato, teve uma grande surpresa: 

"Ladrões entraram numa casa desocupada  e roubaram a torneira da área de serviço. Vi durante uns cinco dias a água correndo pra calçada, mas ninguém sabia quem era o dono da casa e não havia placa de imobiliária. Até que uma noite, voltando para casa e ouvindo aquele barulho insistente de água correndo decidi tomar uma providência".

Fernando foi até sua casa e pegou um tampão de cano para pôr fim ao vazamento. Pegou uma escada, entrou na parte externa do imóvel e enquanto resolvia o problema da torneira ouviu um miado vindo de dentro da casa:

"Pensei... será que é ele? Não é possível pois já se passaram 39 dias! Deve ser outro gato!"

Mas com a dúvida martelando na cabeça, Fernando achou melhor estourar um cadeado que estava na porta com uma alavanca:

"Era ele! Não parava em pé de tão magro e fraco. Não sei dizer como sobreviveu, pois estava trancado num cômodo sem nenhum tipo de abertura e onde não chove. E ele é um gato que toma muita água normalmente, mas muita mesmo. Chega a ficar quase 5 minutos bebendo na torneira. Então como resistiu sem comer e beber?!".


Para Fernando, só existe uma coisa que pode explicar a inusitada situação:

"Por mais que a gente pense não se chega a uma explicação. Então, por eu crer em Deus, acredito que somente por meio dele meu gato conseguiu sobreviver. Creio que fui guiado pelo espírito santo para aquela casa naquela noite. Eu podia ter deixado o problema do vazamento pra lá como os demais vizinhos fizeram, mas algo me fez entrar naquela casa".

Embora, Gohan seja personagem da série Dragon Ball, como dito no início dessa matéria, o nome escolhido teve outro motivo:

"Batizamos de Gohan por ele ser branco, magro (fino como um grão de arroz) e por estar em todos os lugares que nós vamos (como arroz na comida brasileira). Gohan significa arroz cozido em Japonês. Morei seis anos no Japão". 

De volta para casa Gohan foi acolhido por sua mãe Fumaça (foto) e até já engordou.


Fotos: Arquivo Pessoal Fernando Fujii

Que sirva de exemplo

Como consultora sobre gatos perdidos e administradora do grupo Gatos Perdidos e Encontrados em SP do facebook, insisto bastante para que as pessoas procurem seus "filhos felinos" bem perto de casa e especialmente em imóveis vazios (abandonados, para alugar ou vender). Casas em reforma e prédios em construção são outros locais onde gatos perdidos escolhem se esconder e até viver.

Acesse o grupo AQUI onde além de postar seu gatinho perdido vc pode ver muitas postagens de gatos encontrados (e um deles pode ser o seu!). No album de fotos desse grupo tem tb uma série de dicas para encontrar os gatinhos.

É muito importante espalhar cartazes, distribuir flyers e postar nas redes sociais, mas nada disso funciona se o gatinho estiver preso em algum lugar longe do alcance visual das pessoas. Tem que procurar!

Ouço muitos relatos de gatos que foram encontrados na "casa de trás", na "casa do lado", "no bueiro da rua de casa", "numa casa vazia do quarteirão" etc. 

Minha gata  Rebecca Selvagem, que foi quem me motivou a ajudar pessoas a encontrarem seus gatos perdidos, quase igual a Gohan, ficou 37 dias sumida. 

Quando a resgatei ela estava limpinha... não tinha nenhuma pulga, mas estava "pele e osso" e faltava pelo nas duas laterais do abdômen o que sugere que em algum momento ela ficou  presa, talvez até imobilizada em algum lugar limpo e do qual só conseguiu sair ao emagrecer o suficiente para passar por alguma fresta.

Conto a história dela nesse fotolivro:



Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 

Instagram @miaubookecia

Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trabalho apaixonante feito com a boca do artista Clênio Marcio Ventura

Vejam as cores... a expressão desses gatinhos... não são lindos? Ao visitar o site da Associação dos Pintores coma a Boca e os Pés me depare...