segunda-feira, 21 de junho de 2021

Conheça e ajude as centenas de gatos vítimas da guerra na Síria


Talvez você já tenha ouvido falar ou visto da TV o "homem-gato de Aleppo" (Alaa Aljaleel) que assim ficou conhecido por resgatar gatos em  meio as cidades bombardeadas na Síria. Mas talvez não saiba que o trabalho desse "herói" não só continua como aumenta a cada dia. E a trajetória dele foi e continua sendo dura: por diversas vezes perdeu abrigos que comandava devido a bombardeios e tb teve suas instalações roubadas perdendo tudo de mais precioso: computadores e equipamentos médicos.

Veja a história contada no site do Santuário do Ernesto ou "Ernesto`s Paradise":

O santuário de gatos Ernesto foi formado em 2015 quando Alessandra Abidin, na Itália, estendeu a mão para um homem que ela tinha visto no noticiário, que havia ficado em Aleppo devastado pela guerra para alimentar gatos abandonados.

Alaa Aljaleel era eletricista, motorista de ambulância e socorrista. Aleppo estava no meio de uma guerra civil com bombardeios diários. Muitas pessoas deixaram a cidade e seus animais de estimação.

Com a colaboração de apoiadores foi formada uma página no Facebook e um pequeno terreno foi alugado que ficou conhecido como Santuário do Ernesto, em homenagem a um querido gato. 


Alaa continuou com seu trabalho de ambulância nas zonas de guerra oferecendo aos gatos comida e tratamento básico de primeiros socorros. No auge da guerra, o abrigo alimentava cerca de 100 gatos, alguns cães e ajudava a população local. Um playground foi construído para as crianças. À medida que a guerra aumentava, o grupo continuou a doar e ajudar as crianças e residentes locais com água e alimentos.

Vejam isso que tragédia: bombardeios e assalto

Em novembro de 2016, o santuário foi bombardeado e muitos gatos mortos. As tropas lutavam nas ruas. Alaa juntou o máximo de gatos que pôde e mudou-se para o que considerou uma área mais segura. Poucos dias depois, bombas de cloro foram lançadas nesta área e quase todos os gatos foram mortos novamente.

A população de Aleppo foi forçada a deixar suas casas e evacuada à força para a fronteira. Alaa e seu gato Ernesto entre eles.


Um imóvel foi alugado com doação de dinheiro. As portas foram abertas para gatos feridos e outro playground foi aberto para as crianças. 

O santuário sempre chamou a atenção da mídia e a localização divulgada em uma matéria. Pouco depois houve o assalto. A clínica veterinária foi destruída e foram levados laptops, máquinas e remédios.

Em abril de 2019 nova mudança de local e um novo nome "Ernesto`s Paradise" com espaçoi suficiente para os mais de 170 gatos .Um terreno também foi alugado e se tornou o lar de Bibers, o cavalo, Dodo, o burro, vários cães, coelhos, galinhas, raposas e pássaros. Mas essa área também foi tomada pela guerra e outras realocações foram necessárias.


Ainda em 2019,  o "Ernesto" abriu uma clínica veterinária gratuita na cidade oferecendo também  vacinação e esterilização.

De lá para cá, Alaa já precisou desocupar de novo o santuário quando a guerra tomou conta da área. Ele se mudou e continua com seu trabalho usando terapia com animais de estimação para ajudar crianças em traumas e resgatando gatos.

"A equipe do Ernesto`s Paradise agora emprega 13 pessoas, mas permanece em uma zona de guerra e bombardeios e combates ainda acontecem, mas continuamos em nossa missão de melhorar a vida das vítimas esquecidas da guerra, os animais da Síria. Dependemos totalmente de doações", diz Alaa.

Para conhecer e apoiar esse trabalho tão único e importante  acesse o site AQUI 

O Facebook do Ernesto Paradise tem muitos videos lindos com os gatinhos e outros animais. Basta acessar AQUI ou o Instagram @TheAleppoCatMen



Atenção:

Se vc quer adotar um cãozinho ou gatinho, ou sabe de alguém que deseja adotar, acompanhe essa seção que terá sempre uma ONG ou protetor de confiança e foto de um dos bichinhos que aguarda um amoroso lar ou que pode ser apadrinhado. 

Vc tem animais que buscam adoção? Participe!

E se vc tem uma ONG, participa de uma ou é protetor independente, participe dessa seção enviando um resumo do seu trabalho, seu site, facebook e instagram, além da foto de um dos animais que está para adoção. Envie para o email fatimachuecco@uol.com.br 

Essa seção foi criada para dar mais visibilidade para aqueles que protegem animais carentes e indefesos.

Fátima ChuEcco Jornalista e Escritora

Site www.miaubookecia.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cerca de 68 cães são salvos do festival de carne de cachorro deste ano

Além da crueldade a que são submetidos milhares de animais no festival de carne de cachorro em Yulin, na China, esse evento é perigoso també...