segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Já teve Paralisia do Sono? Aterrorizante né? O que vc fez para acordar?

Você não sabe ao certo se está acordada ou ainda dormindo. O que você sabe é que não pode mexer um músculo sequer apesar de ter a sensação de que está consciente. Chega a pensar que não vai acordar mais e que aquele momento aterrador talvez seja um desligamento definitivo do seu corpo.

Muita gente tem pelo menos uma vez na vida essa experiência bem assustadora. Eu já tive com mais frequência no passado e depois passou... no entanto, essa madrugada voltou e juro, achei que dessa vez eu não ia mais conseguir "voltar" para o meu corpo. Eu podia ver o quarto, alguns objetos, mas estava completamente imóvel.

O Espiritismo diz que quando dormimos nosso espírito sai do corpo, mas continua ligado por um cordão de prata. Pois é... na paralisia do sono parece que não tem esse cordão. A gente se sente tipo um astronauta solto no espaço e sem qualquer cabo nos prendendo à nave. Leia mais sobre isso AQUI 

De acordo com o Instituto do Sono"a paralisia do sono é uma impossibilidade temporária de se mexer ou falar na transição entre o sono e a vigília. (...) Embora a paralisia do sono seja um fenômeno relativamente comum, ele ainda é pouco estudado. Há vários estudos sobre os fatores de risco potenciais, mas as causas ainda não são claras. Uma hipótese é que uma falta de sincronia entre mudanças na atividade cerebral e a atonia muscular na fase REM do sono seja o mecanismo responsável pela paralisia temporária. Mas, acredita-se que se trata de um fenômeno multifatorial”.

"A paralisia do sono é um problema pouco conhecido que desaparece sozinho após alguns segundos ou minutos. No entanto, é possível sair mais rapidamente desse estado de paralisia quando alguém toca na pessoa que está tendo o episódio ou quando a pessoa consegue pensar de forma lógica no momento e foca toda sua energia para tentar movimentar os músculos", diz matéria do portal Tua Saúde. Leia mais AQUI  

Segundo os estudiosos não há muito o que fazer durante a paralisia do sono. Se a pessoa consegue de alguma forma ativar sua parte racional e reconhecer que está passando por esse fenômeno, ela pode apenas relaxar e esperar acordar naturalmente.

Eu tento provocar algum barulho na casa para o ruído "me trazer à vida" novamente. É como se, sabendo que aquilo pode piorar e eu não acordar nunca mais, saísse do meu próprio corpo e batesse em portas e móveis para produzir sons capazes de me tirar daquele estado. Por incrível que pareça às vezes funciona.

Mas olha... é uma briga entre o ficar aqui na Terra ou se despedir pra sempre. 

E você? Já teve algo semelhante? 

Foto 1 Bruno Henrique/Pixabay Free e Foto 2 Stefan Keller/Pixabay Free


Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 

Instagram @miaubookecia

Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com 




sábado, 30 de outubro de 2021

Vídeo para Halloween com gatinha homenageando as bruxas boazinhas


Nesse gracioso vídeo a gatinha Ághata Borralheira homenageia as bruxas "do bem" e conta porque elas foram perseguidas... porque os gatos também foram odiados... e como tudo terminou. Uma graça de "filminho" para compartilhar no Halloween!


No fotolivro "Ághata Borralheira e Amigos Tocando Corações", a gatinha dá algumas receitas com abóbora, como essa:




Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 

Instagram @miaubookecia

Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com 











quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Ache a Gata: Noninha se enfiou em local onde ninguém desconfiou que ela estaria!


"Ache a gata". A foto que ilustra essa matéria serviria muito bem para aqueles testes que pedem para a gente encontrar algum bichinho escondido na imagem. Só que essa cena é de verdade e nela está a gata "Noninha" que "desapareceu sem ir embora". Deu pra entender? Eu explico.

Seguindo os padrões de busca que a grande maioria dos tutores adota, Noninha foi procurada em toda parte "menos" no telhado da sua própria casa:

"Foram 2 dias de angústia, pois, verificamos em todos os lugares que achamos possíveis dentro de casa já que tínhamos a resgatado há pouco tempo e ela costumava se esconder dentro dos armários, guarda-roupa e atrás do sofá . Então deduzimos que tinha escapado para rua. Saímos atrás dela perguntando aos vizinhos, olhando em casas vazias e colocamos sua caixa de areia no portão, mas ninguém a tinha visto", conta a tutora Daniella, do Planalto Paulista (SP).


Daniella seguiu procurando a gatinha pelos quarteirões  perto de casa até que algo chamou sua atenção:

"De noite avistamos um gato vindo do fim da rua. Ele subiu no nosso muro e depois no telhado. Lembrei então de um comentário nas minhas postagens dizendo para me comunicar com os gatos de rua pedindo a eles que ajudassem minha gatinha a voltar para casa. E foi o que fiz!".

No dia seguinte a irmã de Daniella ouviu um miado em cima do telhado, mas deduziu que era o gato que tinham visto de noite. Então as duas saíram mais uma vez à procura de Noninha:

"Andamos pelas ruas próximas e nem sinal dela. Então observei que o gato continuava no nosso telhado e estava miando. Pensei: mas o que ele tanto tá fazendo lá em cima? O gato voltou no telhado à tarde e ficou miando no mesmo ponto. Olhei bem dessa vez e vi uma cabecinha. Era ela!".

Vejam a carinha de gato judiado. Foi esse gatinho que chamou a atenção da tutora de Noninha

Daniella calcula que Noninha entrou em seu primeiro cio, ficou ainda mais assustada e fugiu. Já tinha agendado a castração dela, mas como era feriado remarcaram para a semana seguinte.

"Ela estava bem plena, como se nada tivesse acontecido e fazendo suas graças. Agradeci ao gatinho que estava ali o tempo todo me alertando que a mocinha continuava em casa, só que em um esconderijo secreto, pois, por ser medrosa, resolveu se resguardar ainda pura. Ainda bem que deu tempo de castrar antes dela engravidar, mas o gato continua vindo no portão para deixar sua marca. Eu superagradeço a ele. Nesta brincadeira quase tive um infarto".


Onde os gatos se escondem?

Essa é a pergunta que todo tutor se faz quando o gato "some" como num passe de mágica. E muitos cometem o erro de sair procurando pelo bairro sem antes atentar para a própria casa e vizinhança mais próxima. Acreditem: às vezes eles estão bem debaixo do nosso nariz ou, como no caso da Noninha, bem em cima de nossas cabeças.

Como consultora sobre gatos perdidos tenho ouvido relatos de tutores que acharam seus gatos em bueiros na própria calçada de casa, buracos na parede do vizinho e até debaixo da cama ou do sofá (cavando um esconderijo).

Depois dessa busca minuciosa em casa é a hora de olhar nas casas vizinhas e depois nos demais imóveis do quarteirão. Claro que esse procedimento não vale para ocasiões em que o gato, por exemplo, entra no motor de um carro e vai parar longe ou é levado por alguém (por maldade ou porque foi socorrido de algum acidente na rua).

Cartazes e grupos de animais perdidos

A busca a pé deve sempre ser complementada por cartazes e posts nas redes sociais. Isso porque, tomando o exemplo da Noninha, do mesmo jeito que ela se escondeu no telhado de casa, poderia também ter escolhido outro telhado. Então os vizinhos precisam tomar conhecimento que tem um gato perdido na região.

Eu administro o grupo Gatos Perdidos e Encontrados em SP no qual recomendo postagem porque é grupo bem ativo e que reúne diversas dicas para os tutores. Acesse o grupo AQUI. Mas as postagens devem ser feitas em vários grupos do face e instagram. 

Para quem deseja e pode se ocupar com uma busca mais estratégica, também ofereço consultoria pelo zap para odo o Brasil. Analiso a personalidade do gatinho, a situação da fuga e o perfil da vizinhança para traçar um mapa com os prováveis locais onde o gato possa estar preso ou escondido. 


Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 

Instagram @miaubookecia

Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com 






terça-feira, 26 de outubro de 2021

PROCURE o GATO PERDIDO BEM PERTO de CASA: Frederico é o típico exemplo. Leia!


Quando Frederico fugiu pelo portão da frente de casa, em SP, a tutora Ingrid se desesperou. Pudera! Quem não fica com o coração na mão quando o gatinho some? E eles parecem, de fato, evaporar, porque a gente olha tudo e não vê nada. A questão é: saber procurar.

Ao ver o post da Ingrid, que por acaso mora muito perto de mim, intuí que pelo pouquíssimo tempo de desaparecimento (uma noite), era ainda mais provável Frederico, Fred para os íntimos, estar bem perto de casa. 

Quando falei com a Ingrid pelo celular, ela estava fazendo uma ronda de carro atrás do gato e foi isso que me preocupou porque um precioso tempo estava sendo investido da maneira errada.

Então orientei a Ingrid a retornar e checar a vizinhança. E adotar aquela boa e velha dica: areia com o xixi do gato perdido ou de outro gato que mora na mesma casa, na frente e nos fundos da casa para ajudá-lo a sentir o cheiro e caminhar na direção certa.

Vale lembrar que cães e gatos adotam posturas totalmente diferentes quando fogem. Em geral, cães tendem a sair correndo pelas ruas e chegam a andar quilômetros num só dia. Gato não. Gato se enfia nas proximidades e, muitas vezes, nas casas vizinhas - com exceção deles entrarem no motor de um carro e daí sim irem parar bem longe.

Fred deu sinal de vida de madrugada miando socorro:

"Eram quase 5 da manhã e ouvi o miado bem rouco. Ele estava no muro da minha casa que aumentamos justamente para os gatos não saírem e, consequentemente, ele não conseguiu descer para o nosso quintal", conta a tutora.

Estava molhado por causa da chuva, assustado... com carinha de quem não gostou nada-nada da aventura. Certamente passou os dois dias em alguma casa bem colada a sua, mas tão escondidinho que ninguém viu. Também pode ter ficado preso acidentalmente por dois dias e ao conseguir sair correu pra casa.

O sonho de Ingrid aponta para a segunda hipótese:

"Por incrível que pareça sonhei com ele tentando voltar. Não lembro detalhes, mas aparentemente ele estava preso e tentando sair de onde estava".

Fred se comunicou com Ingrid e isso acontece muito com pessoas que perdem seus gatos: eles se comunicam por meio dos sonhos dando pistas da onde estão ou do que aconteceu com eles.

Por isso tudo fica o aviso:  procurar muito bem, primeiro na própria casa (telhado, porão etc) e depois na vizinhança é fundamental, tanto quanto espalhar cartazes e posts. 

Frederico teve sorte, mas muitos não têm a chance de conseguir retornar. Por isso é tão importante procurar muito, mas muito mesmo por eles nos locais mais próximos.

Enquanto Fred estava sumido...

Bartholomeu, que mais parece um lorde inglês e companheiro de Fred,  não perdeu a pose e seguia a vida. Pela sua serenidade talvez sentisse que Fred estava ali pertinho. Agora Ingrid vai telar a casa toda... que é o certo a fazer. E o Fred, que adora correr atrás de bolinhas, vai ter que se contentar com jogos "amistosos" dentro do quintal de casa.

Perdeu um gatinho?

Acesse o grupo Gatos Perdidos e Encontrados em SP que administro no facebook. Lá tem um album de fotos com 12 dicas para encontrar gatos perdidos. São dicas gerais que eu mesma testei com minha gatinha que esteve 37 dias perdida. Sim... a encontrei, mas procurei muito, sem pular um só dia. Acesse o grupo AQUI

Caso as dicas gerais não sejam suficientes para encontrar seu gatinho, eu dou consultoria pelo zap para qualquer lugar do Brasil. Faço uma análise da situação  para apontar prováveis locais onde ele possa estar escondido ou preso. 



Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 

Instagram @miaubookecia

Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com 



segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Encomende calendário anual ou mensal com os amores da sua vida!


A gente AMA calendário de cachorro e gato, mas a gente AMA mais ainda ver nossos peludinhos posando de modelos. Então encomende calendário anual ou mensal, no idioma a sua escolha, com as fotos dos amores da sua vida! 

As fotos são editadas de forma que fiquem mais bonitas e você recebe a montagem prontinha para imprimir na sua casa ou onde lhe convier, no tipo de papel que achar melhor.

Daí é só pregar na parede, armário, geladeira ou criar um suporte pra deixar na mesa de trabalho.

E o preço é bom demais: R$ 10 o calendário anual (com uma foto apenas) ou R$ 15 o mensal (com 12 fotos) que devem ser enviadas pelo zap 11 94682-6104. Também pode ser pelo email fatimachuecco@uol.com.br 

Oferta limitadíssima... corrrrreeeeee!!!!



Cachorro faz valer muito a pena ver o filme "Depois daquela Montanha" na Globo dia 18


E pra quem não puder ver na TV Aberta é só ver nas plataformas digitais... creio que quase todas têm esse filme. A história é boa, os atores excelentes, mas a graça do filme fica por conta do cachorro que atravessa o drama de ponta a ponta. Não precisam se preocupar com final infeliz pro dog. Perdoem o spoiler, mas é que quem gosta de bicho prefere ver filme onde eles têm um desfecho feliz. Muita cena emocionante nas quais a gente mergulha junto com os atores e fica torcendo pra tudo dar certo. 

Trailer:



Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 
Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com 



Imagem de Gorila da Montanha de 40 anos vence importante concurso internacional de fotografia

"REFLEXÃO" é o título dado à imagem de Kibande - um gorila da montanha que vive há 40 anos numa área protegida de Uganda. Essa perfeita combinação entre palavra e imagem merecia mesmo vencer na categoria "Retratos de Animais" do Concurso Internacional "Fotógrafo da Vida Selvagem" edição 2021. 

A foto é de Majed Ali que captou essa sensível e poética cena de Kibande tomando chuva. 

De fato, pela expressão de seu rosto, o gorila parece estar refletindo sobre algo ou será que a "Reflexão" que dá nome à foto é um convite para os humanos pensarem a cerca de seus parentes mais próximos, observando sem arrogância como eles são tão emocionais e expressivos quanto nós?

Alguns podem perguntar: mas como é que o fotógrafo sabe o nome do gorila e como é que esse gorila tem um nome próprio?

Em Uganda e também na República Democrática do Congo existem Organizações Internacionais tentando preservar as poucas famílias de gorilas das montanhas que restam no mundo. A população dessa espécie é minúscula: cerca de 1.500 indivíduos no total. E como essas famílias são monitoradas por guardas florestais elas recebem denominações e seus membros um nome próprio.

Kibande pertence a alguma família de Uganda que já é visitada por turistas. Daí a possibilidade de se tirar uma foto como essa que, diga-se de passagem, é mesmo magnífica.

Veja os vencedores de outras categorias acessando AQUI

Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 
Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com  



quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Gatinho Peter Murphy virou atração do Madame Club em SP


Lendário reduto gótico dos Anos 80, que fez história em SP, tem agora nova roupagem, público e também um anfitrião muito especial: Peter Murphy. Mas não é o vocalista da também lendária banda Bauhaus e sim um gatinho preto que apareceu na casa em 2012 e desde então foi adotado pelos administradores do Madame Club (antigo Madame Satã).


Peter (o gato) circula pelo Madame muito à vontade e interage com os frequentadores. Na verdade ele sabe que a casa é dele e, claro, mais do que justo cobrar entrada para garantir seus sachês. No Instagram do Madame Club sempre rolam elogios quando Peter aparece nas postagens.


Com cerca de 10 anos de idade, Peter é praticamente um "senhor" gato, enquanto o artista que inspirou seu nome também já passa dos 60... na verdade, um ícone de 64 anos que quem viveu intensamente os anos 80/90 não cansa de rever. 

A cena do filme "Fome de Viver" (The Hunger), com Catherine Deneuve e David Bowie, tem uma cena com o próprio Peter Murphy que marcou os fãs do cantor para todo o sempre. Essa aqui:


Texto: Fátima ChuEcco

Fotos: Instagram @madameclub

terça-feira, 12 de outubro de 2021

Cadelas Malina e Lua abrilhantaram a Feira Pet-Solidária do Museu do Ipiranga

O Dia das Crianças teve uma novidade para a garotada nesta terça (12) na Feira Pet-Solidária do Museu do Ipiranga. O Canil do Corpo de Bombeiros aceitou o convite para participar do evento com as cadelas Malina (uma jovenzinha de apenas 7 meses) e Lua, devidamente acompanhadas pelos Sargentos Lelis e Zopotoszek. E as crianças A-MA-RAM!!!!


Os sargentos explicaram que o treinamento é bem complexo. As cadelas precisam se acostumar com a presença de pessoas e também de outros cães. Elas andam de metrô para também se habituarem a barulho e mais uma porção de situações para um dia estarem prontas para salvarem vidas.



A Feira Pet-Solidária contou com a presença de ONGs que fazem trabalhos fabulosos como a Gatos do Museu, que alimenta, castra, monitora e coloca para adoção os mais ilustres residentes do Museu do Ipiranga e o Projeto Pet Carente que alimenta cães e gatos de moradores de rua em diversos pontos da capital. 


A "Patinhas por Aí" levou seus cookies caseiros e distribuiu para os cachorrinhos visitantes. E a Editora MI-AU Book & Cia, que cria fotolivros pet-solidários com animais e crianças, também marcou presença no evento.


A Feira Pet-Solidária, que aconteceu pela terceira vez no Museu do Ipiranga, é uma iniciativa da jornalista Fátima ChuEcco, especializada em animais de estimação e atuante na causa animal.  Contou com o apoio da subprefeitura do bairro que gentilmente cedeu o espaço em parceria com a  Feirarte (tradicional feira de artesanato e gastronomia da Rua dos Patriotas).


A Nova Gazeta do Ipiranga postou. Vejam que bacana:



E para quem esteve presente ou não pode ir, vale se deliciar nas belas imagens registradas pelo fotógrafo Roberto Aoike, que ilustram essa matéria.  













Texto: Fátima ChuEcco - Jornalista e Escritora 
Autora do clássico "Mi-Au Book - Um livro pet-solidário" que reuniu cães e gatos do Brasil e exterior e teve em sua segunda edição a participação de Brigite Bardot. Jornalista ambientalista, de cultura e turismo, especializada em animais de estimação. Presta consultoria sobre gatos perdidos e desenvolve fotolivros literários com crianças e animais.  Seu cãozinho ou gatinho também pode ter um fotolivro MI-AU Book todinho inspirado nele. Saiba mais no site www.miaubookecia.com  




domingo, 10 de outubro de 2021

Feira Pet-Solidária dia 12 no Museu do Ipiranga tem lindos e exclusivos produtos


Se você é uma apaixonado por cães e gatos ou tem filho, neto ou sobrinho para presentear nesse Dia das Crianças não pode perder a Feira Pet-Solidária do Museu do Ipiranga na terça, dia 12, das  9h às 17h, na Rua dos Patriotas, esquina com Rua Bom Pastor, bem no miolo do Parque Independência.

A Feira Pet tem produtos exclusivos e com valor agregado porque ajudam cães e gatos.

A terceira edição da "feirinha pet" conta com o apoio da Subprefeitura do Ipiranga que gentilmente cedeu o espaço em parceria com a Feirarte (tradicional feira de artesanato e gastronomia da Rua dos Patriotas). Passeie, compre, almoce por lá e ainda faça uma boa ação ajudando pets carentes!

Da Feira Pet-Solidária (Rua Patriotas com Bom Pastor) participam: Grupo Gatos do Museu (que cuida, castra, monitora e coloca para adoção os ilustres residentes do Museu do Ipiranga), Projeto Pet Carente (que alimenta e dá suporte a animais de moradores de rua) e a MI-AU Book e Cia (editora de fotolivros pet-solidários). Os biscoitos caseiros para cães e gatos da "Patinhas por Aí" estarão revertendo parte da venda para o grupo Gatos do Museu.

Os cães do Corpo de Bombeiros também estarão marcando presença a parir das 10h no local  se nenhuma ocorrência grave que necessite deles ocorrer no mesmo horário

COLETA DE RAÇÃO, MEDICAMENTOS E ACESSÓRIOS 

A Feira Pet-Solidária estará recebendo doação de alimentos, medicamentos e outros itens para cães e gatos. A doação será repartida entre as ONGs participantes do evento.

DOE BRINQUEDOS E ROUPAS

O Projeto Pet Carente estará aceitando brinquedos para presentear as crianças que estão em situação de rua. Também aceita roupas para adultos e crianças.

Veja alguns produtos que estarão à venda. Por ordem: Jogos Americanos com quebra-cabeças de bichinhos (lançamento na feira) da MI-AU Book e Cia, Camisetas e Moletons com estampas de cães e gatos do Projeto Pet Carente, Imãs e miniazulejos dos Gatos do Museu e Biscoitos Caseiros para cães e gatos da Patinhas Por Aí.








Onde e Quando:

A Feirarte e a Feira Pet-Solidária acontecem no dia 12 de outubro das 9h às 17h na Rua dos Patriotas, ao lado do Sesc Ipiranga da Rua Bom Pastor e no “miolo” do Parque da Independência. ENTRADA FRANCA







Trabalho apaixonante feito com a boca do artista Clênio Marcio Ventura

Vejam as cores... a expressão desses gatinhos... não são lindos? Ao visitar o site da Associação dos Pintores coma a Boca e os Pés me depare...