sexta-feira, 31 de maio de 2013

SUSTENTABILIDADE É TEMA DE ATIVIDADES GRATUITAS NO SESC VILA MARIANA






Evento russo de moda ecológica em zoo usou raposa para convencer público a não matar animais
            para casacos, bolsas, calçados e acessórios. Só material sintético e sustentável

 PROGRAMAÇÃO ESPECIAL EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO MEIO AMBIENTE, 5 DE JUNHO

As atividades abordam questões voltadas à qualidade de vida, cuidados com o ambiente e convivência ética e solidária.Um dos destaques é o bate papo com Chiara Gadaleta, consultora de moda, criadora do movimento “Ser Sustentável com Estilo”, que propõe uma identidade nacional na indústria da moda, pensando em todas as etapas do processo produtivo de maneira sustentável. Recentemente lançou o primeiro SP.ECOERA, que trata da nova Era da moda e do novo luxo. As atividades, que se estendem ao longo do mês e buscam conscientizar sobre consumo sustentável, trazem uma reflexão a respeito da relação entre o homem e o meio que vive. Veja programação:

MODA E SUSTENTABILIDADE
Bate-papo com Chiara Gadaleta.

Para público acima de 16 anos.
Inscrições na Central de Atendimento
Dia 5, quarta, 19h30
Local: Sala 3, 6º andar - Torre A
Grátis

PINTURA DE GABINETE: TRANSFORMAÇÃO DE LIXO ELETRÔNICO
Sensibilização dos participantes sobre o reaproveitamento do lixo eletrônico. Gabinetes de computadores serão usados como suporte para pintura. Com Hernani Dimantas.
Para público acima de 14 anos
Inscrições na Central de Atendimento
De 5 a 26, quartas, 15h
Local: Internet Livre
Grátis

SUSTENTABILIDADE E PEGADA ECOLÓGICA
Apresentação de alternativas que visam o consumo consciente, reciclagem e reutilização de materiais, além da pegada ecológica, que é um método de avaliar como os hábitos de consumo pressionam os recursos naturais.
Com Claudio Alfaro Alves, administrador de empresas e permacultor. Participante do Movimento Brasileiro de Ecovilas.
Para público acima de 12 anos
Inscrições na Central de Atendimento
De 6 a 27, quintas, 19h30
Local: Internet Livre
Grátis

CIDADE PAPELÃO
Construção de uma cidade de papelão com fotografias da cidade de São Paulo, coladas em lambe-lambe e exploração dos recortes nas caixas, criando janelas e portas que direcionam o olhar para o que os espaços escondem e revelam. A atividade visa estudar possibilidades de pensar em outras formas de construir e ocupar a cidade de forma criativa e sustentável. Com orientação do Coletivo Ocupe a Cidade.
Dias 8 e 9, sábado e domingo, 12h30 às 15h30
Local: Praça Externa
Grátis

MEDIATIVOS: BAIXO RELEVO - IMPRESSÕES DA RUA
No percurso, percepções serão trabalhadas pelos participantes através de exercícios corporais e também o uso da técnica da frotagem, que consiste em revelar no papel as texturas da superfície através da fricção com giz ou lápis, possibilitando uma relação com este espaço público diferente do cotidiano. Com Tábata Costa, performer, artista visual e educadora, e Jorge Peloso, diretor de teatro, ator e educador. 10 vagas por turma. Para pessoas acima de 60 anos e crianças inscritas no Curumim. Inscrições na Central de Atendimento, a partir de 4/6.
Dias 13 e 14, quinta e sexta, 9h30 e 14h30
LOCAL: Praça Externa (ponto de encontro)
Grátis

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br

terça-feira, 28 de maio de 2013

CINEMA ALEMÃO E OUTRAS ATRAÇÕES GRATUITAS NO CLUB TRANSATLÂNTICO EM JUNHO




      Filme “Mahler no Divã”, baseado na terapia conduzida por Freud no início do século XX


Cinema de qualidade grátis com direito à pipoca... e não é piada!
O Club Transatlântico tem até um pedaço do Muro de Berlim!
Durante o mês de junho, a programação multicultural do Club Transatlântico inclui exposições, filmes e palestras. O grande destaque é uma adaptação moderna da ópera O Franco Atirador.Dramas e enredos baseados em fatos reais são a tônica deste mês no Ciclo de Filmes Alemães, fruto de uma parceria entre o Club Transatlântico e o Goethe-Institut. O primeiro filme da lista é Schiller, no dia 5 de junho. Realizado por Martin Weinhart e com brilhante atuação de Mathias Schweighöfer no papel principal, o longa metragem conta a trajetória de Friedrich Schiller, um poeta e filósofo alemão que abdicou de sua carreira como médico para tentar ser artista no Teatro Nacional de Mannheim. Já no dia 12, a exibição de A Cor do Oceano, escrito e dirigido por Maggie Peren, retrata a dura realidade de imigrantes africanos nas Ilhas Canárias. No dia 19, os bastidores da sessão de terapia que o compositor Gustav Mahler teve com o psicanalista Sigmund Freud são revelados no longa Mahler no Divã. Por último, dia 26, o filme Sacha, do roteirista e diretor Dennis Todorovic, aborda tabus familiares ao mostrar o drama de um garoto homossexual que descobre-se apaixonado pelo professor de piano.

Local: Club Transatlântico

Endereço: Rua José Guerra, 130 – Chácara Santo Antônio

Data: Dias 5, 12, 19 e 26 de junho, quartas-feiras

Horário: 20h

Ingresso: Entrada gratuita, com direito a pipoca

Estacionamento no local: R$ 15,00 o período

Observação: O Restaurante alemão Weinstube estará aberto antes e depois das exibições dos filmes

Reservas e informações:
Club Transatlântico
(11) 2133-8606 / cultural@clubtransatlantico.com.br



Outras atrações:



Pocket Ópera – O Franco Atirador (Der Freischütz)

            O Ministério da Cultura e o Club Transatlântico, com apoio da Holcim, apresentam, no dia 20 de junho, às 20h30, uma adaptação moderna da ópera O Franco Atirador (Der Freischütz), de Carl Maria von Weber. A versão reduzida – classificada de Pocket Ópera – é comandada pelo renomado diretor artístico Mauro Wrona, que há mais de dez anos adapta obras complexas para o deleite de espectadores que não necessariamente precisam ser familiarizados com o gênero. A ópera narra a história de um caçador que, desesperado para casar-se com sua amada, aceita o conselho de um falso amigo e faz um pacto com o demônio. Ingresso a R$ 20



Exposição Fare Mondi

                             Tela de Fernando Stickel explora ângulos e efeitos de um mesmo objeto



Com vernissage marcada para 4 de junho, a exposição “Fare Mondi”, de Fernando Stickel, mostra a interação de diferentes ângulos de um mesmo objeto e também afinidades entre fotos aparentemente desconexas. A essência do trabalho de Stickel é a observação e a captura de tipos característicos de beleza, encontrados de Veneza ao Rio de Janeiro e também de Nova York a Bebedouro (SP). Os anos como designer gráfico, a formação em arquitetura e os cursos de artes plásticas no Brasil e no exterior contribuem para representatividade das obras do artista. Até 28 de junho. Grátis.





Exposição Obras do Divino



A coleção “Obras do Divino”, do paulistano Carlos Torres, expõe fotografias de situações no exato momento de seu esplendor. Ao criar a exposição, que estreia no dia 5 de junho, a intenção de Torres foi “mostrar como Deus deixa para nós momentos que só aparecem em milésimos de segundo”. Até julho. Grátis.



 

Círculo Transatlântico Richard Wagner – Palestra 2: Análise tonal da obra O Navio Fantasma (Der Fliegende Hollander)





Para celebrar o ano em que o compositor alemão Richard Wagner completaria 200 anos, o Club Transatlântico organizou o Círculo Transatlântico Richard Wagner, que consiste em seis palestras gratuitas ministradas pelo estudioso Pedro Schirmer ao longo de 2013. No mês de abril, a primeira palestra abordou as obras que apresentaram Wagner ao mundo. Já a segunda palestra, que acontece no dia 4 de junho, tem como tema principal o drama vivido pelo compositor após o fracasso de sua primeira ópera, além da análise tonal de O Navio Fantasma e o contexto de criação da obra. Grátis.




Palestra História e Mistérios da Ilha de Páscoa



            Considerado um dos lugares mais isolados do mundo, a Ilha de Páscoa é tema de uma palestra realizada pelo empresário Sönke Böge, um exímio conhecedor do local. O evento gratuito, que acontece no dia 13 de junho, às 19h30, traz informações a respeito da história, mistérios e revelações oriundas da herança deixada pelo povo Rapa Nui há mais de mil anos. O palestrante adianta que “o magnetismo de lá é quatro vezes maior que no resto da Terra”. Böge reserva um amplo acervo de informações e imagens especialmente selecionado para o evento. Grátis.




Sobre o Club Transatlântico
Fundado em 1954 pela comunidade alemã residente em São Paulo, o Club Transatlântico transformou-se, ao longo dos anos, em um importante polo multicultural na zona sul da cidade. No complexo de convenções situado na Rua José Guerra, na Chácara Santo Antônio, são realizadas exposições, mostras de arte e cinema, concertos musicais e outras atividades abertas ao público. A originalidade pode ser observada logo na entrada, onde há um fragmento do Muro de Berlim. O Restaurante Weinstube e um bar cultivam as tradições da gastronomia alemã, e ainda há locação de salas para eventos corporativos e sociais. A programação sociocultural está disponível na Revista Applaus e no site: www.clubtransatlantico.com.br.



segunda-feira, 27 de maio de 2013

SEXO PLURAL EM LIVRO, EXPOSIÇÃO, PERFORMANCES E DEBATES DE 29 DE MAIO A 5 DE JUNHO EM SP







De forma inusitada, mais de 140 pessoas foram fotografas por André Martins e trabalhadas pelo designer João Zambom. A ligação entre as imagens foi toda feita com crônicas, entrevistas e letras de músicaS

Repleto de personagens, o livro "Flexões – Um estudo sobre a sexualidade plural" fala sobre padrões de beleza, fetiches, sadomasoquismo, cross dresser e todas outras pluralidades sexuais!!!

Para trazer a discussão às rodas de amigos, à família, aos bares, faculdades e onde houver pessoas dispostas a falar sobre o assunto, chega às livrarias a obra Flexões Um estudo sobre a sexualidade plural. Idealizado por André Martins e João Zambom, com o apoio do Proac, Programa de Ação Cultural, e publicado pela editora nVersos, o título é um estudo que vai além das fotografias.  Do elo da comunicação formado por sujeito, verbo, tempo e modo, Flexões abre espaço para as pessoas expressarem o que pensam e o como agem em relação à sexualidade. 


A obra toda é composta por fotos dos Pelados (forma carinhosa como André e João chamam os colaboradores que foram fotografados nus) e é dividida em três partes: Tempo, Modo e Sujeito. Na primeira, Tempo – Um outro olhar, o leitor encontra a opinião de diversos profissionais. “Esses textos surgem em diferentes formatos: artigos, entrevistas, contos, poemas, depoimentos e considerações”, define a página de abertura do capítulo. Entre os autores estão a drag e jornalista Cindy Butterfly, com o texto Primitivo Instinto Primitivo; a ginecologistaRenata Magalhães, com a análise intitulada Mulher e a entrevista com o presbítero José Roberto, nomeada Glória. Todas as sessões são ilustradas com as fotos dos Pe lados, que aproximam o leitor de cada tema abordado, tornando possível uma discussão entre a obra e quem a lê.


Modo – Tudo junto e misturado, a segunda parte de Flexões, traz a discussão grupal “Debates para se descobrir a opinião de cada um e, ao mesmo tempo, uma visão coletiva da sexualidade plural”. Entre os temas discutidos ao longo de 2012, estão Bunda e Aceitação, que foram abordados no espaço Ação Educativa e Juventude, no Centro Cultural São Paulo. Os diálogos e discussões foram impressos na íntegra e sem qualquer interferência dos organizadores, pois a ideia foi apresentar no livro as opiniões e argumentos reais, para que o leitor tenha total liberdade de entendimento.


A última parte tem como foco a visão de cada indivíduo, por isso foi intitulada Sujeito – Cada um. Durante um mês, foram expostas algumas fotos em 10 locais de São Paulo, coletados os depoimentos e então inseridos no livro. “O foco aqui é a visão de cada um, mantendo não só a opinião, mas o modo como a pessoa escreve” esclarecem os organizadores na página de abertura. Entre os locais que foram selecionados estavam o Sarau Vila Fundão, o Espaço Mundo Pensante, a Casa Jaya, entre outros. As fotos escolhidas pelos organizadores para a exposição traziam alguns Pelados com a temática de Casamento, Idade, Sucesso, entre outros.


 “O resultado é uma obra com cara de estudo inacabado, sem começo, sem meio e, principalmente, sem fim”, é como André e João definem a obra. Flexões vem para atiçar os sentidos das pessoas e mostrar que sexo não combina com vergonha e sim com liberdade, respeito e muita discussão.
Algumas fotos do livro serão expostas na Rampa da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, entre os dias 29 de maio e 5 de junho de 2013.


André Martins:
Ator, André se formou pela Universidade Anhembi Morumbi, bacharel em Teatro e licenciado em arte-educação. Atua na cena teatral paulista há mais de 10 anos. Seus últimos trabalhos de destaque foram: o espetáculo circense “O Circo do Seu Lé”; o estudo machadiano proposto pelo Teatro Agora “GL5;17 – um Experimento no Purgatório”; a seleção de contos mediterrâneos “Contos de Mulheres Sábias”, dirigido pelas Meninas do Conto; e o infantil, indicado a 2 prêmios FEMSA-Coca Cola, entre eles o de Melhor Ator, “A Nova Roupa do Rei”.
João Zambom
João formou como publicitário na Faculdade Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e iniciou a carreira na área criativa de agências como Milk & Co. Já trabalhou como assistente de produção em longas metragens como o filme “Corpo”, mas firmou sua carreira como designer a partir do mercado editorial. Já trabalhou como designer em grandes editoras como Abril e Globo, atuando especificamente como diagramador em revistas como Vida Simples, Crescer, Quem Acontece, Criativa e outras revistas customizadas.

DIA MUNDIAL DO GUARDA FLORESTAL. Vamos cumprimentar os heróis que protegem os gorilas

Na foto estão as gorilas Ndakazi e Ndeze - sim elas ficam de pé como pessoas - e alguns dos guardas florestais da República Democrátic...